quinta-feira, 18 de agosto de 2016

ELEIÇÕES. TRE cria manual de relacionamento com a mídia

E
O TRE sergipano lançou um "Manual de Relacionamento com a Mídia". Visa orientar seus servidores no uso de veículos de comunicação para transmitir informações sobre o período eleitoral. Interessante, o capítulo sobre rádio e TV servem, muito bem, para qualquer pessoa que deseje usar esses veículos com objetividade e bom senso. 

RÁDIO Alcance
Lembre-se de que, no rádio, o alcance da fala é amplo e imediato. O ouvinte pode estar em qualquer lugar, exercendo outras atividades ao mesmo tempo. Portanto, vá direto ao assunto, fale pausadamente e repita as informações principais. Evite termos técnicos e dê exemplos práticos. 
Ao vivo 
Cumprimente o ouvinte: bom dia, boa tarde ou boa noite. Entrevistas ao vivo exigem preparação. Ainda que você conheça de antemão o assunto, imprevistos podem acontecer. O ideal é que você consulte o repórter antes de a entrevista ser iniciada. Seja conciso e direto nas respostas, comece pelo fato mais contundente. Procure responder às perguntas em, no máximo 30 segundos. Se houver mais de um entrevistado ao mesmo tempo, evite falar junto com a outra pessoa. 
Citações 
Evite iniciar as respostas com citações, com palavras como “Ontem” e expressões como “Como havia dito...”, “Repetindo”, “Novamente”. A linguagem de rádio é instantânea e às vezes é necessário reforçar determinadas ideias. No jornal, o leitor pode reler o texto para recuperar alguma informação; no rádio, isso não é possível. 
Dicção 
Fale devagar e aguarde cerca de três segundos para responder à próxima pergunta. 
Empatia 
Seja simpático e utilize uma linguagem agradável. Adote o ponto de vista do público. O ouvinte pode se dispersar com facilidade, caso a entrevista seja monótona e sem entusiasmo. 
Estrangeirismos 
Evite ao máximo o uso de palavras estrangeiras. Números, siglas e cifras No rádio, as informações mais importantes são sempre repetidas. Repita as cifras que necessariamente precisam ser exatas e identifique as siglas (Universidade de Brasília - UnB). Na medida do possível, procure arredondar cifras e números, para facilitar a compreensão do ouvinte. 
Discurso 
Ordem direta, pontuação, frases curtas e poucos adjetivos. Tente aproximar o assunto do ouvinte. Evite chavões como “com certeza” e gírias. Cuidado com o tom: não seja irônico nem agressivo. 

TELEVISÃO 
Ao vivo 
Uma entrevista ao vivo não deixa espaço para erros, já que a informação chega ao público instantaneamente. Cumpra o horário determinado pelo repórter para não causar transtorno. Avise, com o máximo de antecedência possível, se não puder mais dar a entrevista. Atenha-se ao que o repórter perguntou para não cair em armadilhas ou colocar-se em situação de embaraço. Não tente preencher todos os espaços. Caso aconteça algum imprevisto, deixe que a equipe de produção resolva.

(Manual de Relacionamento com a Mídia-TRE/SE)

Nenhum comentário: