Translate

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

GOSSIPS. Onion faz piada com príncipe Harry abandonado

Os semanários ingleses que vivem de 'gossips' não perdem a piada. Colocaram o príncipe Harry comendo lixo, 24 horas após largar a monarquia. É o Onion que brinca com o caso da semana na Inglaterra. 


LEITURAS. 2020 visto sob a ótica da Ciência da astronomia

2020 é uma data chave para a ciência e a tecnologia. A segunda década do milênio começa e, com ela, chegou a hora de refletir sobre o progresso da exploração espacial, mobilidade, comunicações, detecção e tratamento de doenças, engenharia genética, inteligência artificial ou transição energética: os eixos-chave nos quais a pesquisa e o desenvolvimento serão articulados nos próximos anos. Ao longo deste especial, vamos aproximá-lo dessas inovações. Algumas delas, mais surpreendentes, tanto quanto um trabalho de ficção científica. Romances, filmes, videogames… Durante décadas, filósofos, escritores e artistas imaginaram como será o mundo em 2020. Eles estão certos? Mas, o mais importante, você acertou? Nós convidamos você a descobri-lo.

Quem aprecia leitura sobre astronomia deve ir urgente à página do 'Muy Interesante' que vem trazendo uma super-matéria sobre essa Ciência. 

CLIQUE: AQUI

MÚSICAS. Obsessivas, elas não saem de nossas cabeças

Quais são as músicas que, vira e mexe, estão pintando na sua lembrança? Falo daquelas surgem em nossa memória de forma obsessiva. Um trabalho de pesquisadoras da Universidade Montreal, no Canadá, mostrou que 99 por cento da população se sente, em algum momento, “infectada” por uma canção que não sai de sua cabeça. As pesquisadoras Andréane McNally-Gagnon e Silvie Hébert decidiram estudar o fenômeno em profundidade.

Em seus experimentos, pediram a internautas franco-canadenses que listassem 100 canções pops segundo sua capacidade para fazer-se ‘pegadiças’. O primeiro posto foi para ‘Ça fait rire les oiseaux’, da Compagnie Créole. Em segundo, ‘I Will Survive’ (Gloria Gaynor), ‘Don’t Worry’, ‘Be Happy’ (Bobby McFerrin), ‘Live Is Life’ (Opus) e ‘Singing in the Rain’ (Gene Kelly).
Depois de elaborar o ranking, as pesquisadoras convidaram 18 músicos profissonais e 18 pessoas comuns a que gravassem suas ‘canções obsessivas’. Anotaram o estado mental antes e depois. E observaram que a resposta era diferente: a cancão pegadiça se mantinha mais tempo na cabeça dos músicos.
O fenômeno, concluiram, acontece principalmente quando indivíduos têm um estado emocional positivo e se mantêm ocupados com atividades não intelectuais como caminhar, que requer pouca concentração. “Talvez seja um mecanismo para impedir que nossa cabeça rasteje outros pensamientos ou que mude o nosso ânimo”, explicam.

BLOG. 'Gente de Mídia' atinge marca de 5 milhões de acessos



O acesso ao blog GENTE DE MÍDIA atingiu este mês a marca de 5 milhões 629 mil 667 visitas dos internautas. Isso é uma marca que nos deixa bastante satisfeitos e, sobretudo, com enorme responsabilidade de continuar sendo um diário com referência ao cotidiano dos que fazem a comunicação nos diversos segmentos da mídia. 

Por dia, nós temos uma média de mais de 800 acessos de leitores e, este mês de janeiro, em apenas 20 dias, as estatísticas do Blogger registraram 18.847 pessoas acessando nosso diário. 

Nós temos 336 seguidores itinerantes, que comentaram 12.730 vezes ao longo de 20.243 postagens. 

RÁDIO. Profissionais discutem sobre ibope das emissoras FM

Uma discussão sobre audiência de emissoras de rádio no Ceará acabou azedando a amizade entre coordenador Fabiano Cavalcante e o antigo profissional Cláudio Canadá. O comunicador chegou a questionar que o Ibope da FM Jangadeiro em primeiro lugar, repetidas vezes, se devia à inclusão na grade da emissora da participação do padre Reginaldo Manzotti. A citação não foi bem digerida por Fabiano que se magoou. 

"Se o Padre Reginaldo Manzotti é o responsável pelo primeiro lugar da Jangadeiro, gostaria que o nobre pesquisador explicasse porque a Jangadeiro não era primeiro lugar antes, já que o Padre Reginaldo está na programação desde a época em que você ainda era apresentador da rádio".

Para o coordenador de programação, a declaração do ex-funcionário da casa soou como uma ofensa ao elenco de profissionais da FM Jangadeiro. 

Canadá, pelas redes sociais, citou que, de maneira alguma, estava desmerecendo "os queridos e competentes profissionais da Jangadeiro", no que Fabiano destacou: 

"Se o Padre Reginaldo Manzotti é o responsável pelo primeiro lugar no Ibope da Jangadeiro FM, eu gostaria de entender porque as demais rádios que transmitem seus programas, aqui mesmo no Ceará, não estão na briga direta pelo pódio? 
Ilustre colega, eu queria muito entender porque a Rádio Recife, que faz parte do Sistema Verdes Mares, transmite o padre Reginaldo Manzotti, organiza o Evangelizar Recife, faz tudo o que a Jangadeiro faz em Fortaleza, e..... já não está mais nem em segundo lugar no Ibope.

domingo, 19 de janeiro de 2020

ARTES. Artistas retratam o momento triste da Austrália









CHARGES. Ministro no lixo de Miguel do Jornal do Commércio


JORNALISMO. Eduardo Tessler vê o impresso sobre caso Alvim

sábado, 18 de janeiro de 2020

Faltou coragem aos jornais brasileiros


Na mais vergonhosa atitude de algum membro de governo desde 1941, quando Getúlio Vargas ameaçou apoiar a Alemanha na Segunda Guerra Mundial, o ilustre desconhecido Secretário da Cultura foi exonerado ontem. Motivo: apologia ao nazismo - crime previsto no código penal brasileiro. Nada mais imoral, mais absurdo - a tal ponto que o escândalo do Secretário de Comunicações (que distribui verbas oficiais para seus clientes privados) caiu no esquecimento.

Hoje era dia para os jornais brasileiros se posicionarem de verdade. Não é simplesmente a queda de um membro do primeiro (ou segundo) escalão, mas o ensaio de um pensamento absolutista, nazista, tirano. Impossível não se pensar que este senhor estava autorizado a dizer as barbaridades que disse, ao som de Wagner.

Os jornalões pegaram muito leve. Só o Correio Braziliense (Brasília, DF) comparou de forma clara o Secretário a Goebbels - ainda assim só no primeiro terço da capa. Folha de S. Paulo (SP) colocou o ministro nazista na capa também, mas quase escondido. O Globo (Rio de Janeiro, RJ) e O Estado de S. Paulo (SP) foram mais comedidos.

Era dia para dizer que há um limite nos absurdos que ocorrem no Governo. Que ainda há inteligência e respeito na sociedade. E que a mídia - seguindo os desejos do cidadão - vai pegar pesado contra os exageros vindos de Brasília.

Só que a imprensa parece estar com medo. E isso não leva a nada. Talvez à queda de circulação.

MÚSICA. O que se tocava há 100 anos atrás no rádio



FONTE: Spotify

NOVELA. Globo usará tema espiritualista na próxima das 7


Os temas espíritas (ou espiritualistas) têm gerado enorme curiosidade no público televisivo e, talvez por isso, a Rede Globo volta e meia faz uso da temática para as suas novelas. A próxima das sete tem como título (provisório) "A morte pode esperar". Nela, o personagem de Mateus Solano e mais três outros protagonistas morrem num acidente aéreo, logo no início da novela, e ganham uma chance de voltar à Terra.  

No entanto, antes de voltar à vida, os quatro receberão a notícia que um deles morrerá de verdade depois de seis meses. O nome do escolhido, no entanto, será mantido em segredo.

TEVÊ. Será que o Big Brother funciona 20 anos depois?

Pra não dizer que não falei de Big Brother Brasil, o vigésimo programa da série começa na próxima terça. 



Os participantes foram divididos em dois grupos: Pipoca e Camarote. Neste último só convidados da produção, já conhecidos do público - a Globo se rende ao formato de 'A Fazenda' da Record - como o ator babu Santana, que atuou como Tim Maia no filme biográfico do cantor eda 'influencer' Bianca Andrade, a Boca Rosa e a cantora Manu Gavassi. Famosos-famosos, eu não garanto, mas só vendo pra se certificar se aos 20 anos de existência o BBB não se esclerosou. 

JORNAIS. A coluna do Abidoral deixou mesmo de circular?


JORNALISMO. Se conhece um bom jornal a partir de sua capa

A capa de um jornal pode se tornar uma obra de arte? Pode, desde que se leve em conta um designer como o de O Povo, jornal de Fortaleza, que sempre constrói vitrines de bom gosto e - Gil Dicelli, provavelmente - nelas, coloque-se algo que fuja ao padrão dos demais jornais. A deste domingo de O Povo chega a nos magnificar. Maravilhosa!


sábado, 18 de janeiro de 2020

POLÊMICA. O que levou publicitário a se desligar de seita

Desligar-se de qualquer atividade pública ou privada é fato inerente a qualquer pessoa que a integre. Em alguns casos, às vezes, chama atenção, quando se trata de religiosidade e política. Como o do publicitário Ricardo Alcântara, que denunciou viés político para sua decisão de deixar a sociedade União do Vegetal. 

Em suas redes sociais, ele anuncia o desligamento da instituição, ao qual esteve ligado por mais de 30 anos. O  motivo justificado por ele, repito, estaria ligado a questões de natureza política, que estariam interferindo nas relações entre ele e a UDV. 
Ele próprio conta: 

"É lamentável dizer, mas a direção daquela instituição se encontra hoje sob a influência desagregadora de lideranças que não honram seus princípios fundamentais de Respeito, Paz e Fraternidade.
Infelizmente, o que eram apenas indícios de intolerância se transformaram em aberta perseguição a quantos ousem se opor com altivez e clareza aos desvios de conduta que se dão sob o manto da impunidade.
Em ato recente, uma de suas autoridades máximas se pronunciou - reincidentemente e sem nenhuma reparação formal - afirmando seu apoio ao ideário "cristão" (vejam só) do atual Presidente da República.
Muito embora os fundamentos estatutários daquela sociedade sejam apartidários, o referido líder recomendou "a quem não concordasse com essa posição" que se afastasse daquele convívio.
Tendo eu levado às instâncias superiores da instituição meu agravo, não foram tomadas as providências cabíveis: ao contrário, passei a sofrer pressão indevida e restrições injustas, adotadas de modo intempestivo e arbitrário.
Não é de hoje que membros de convicção democrática daquela instituição vêm sofrendo assédio moral dessa natureza, tanto no âmbito interno (como foi o caso), quanto publicamente, até mesmo em redes sociais."

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

O POVO resumiu bem a ópera wagneriana de Roberto Alvim


JORNALISMO. Quem primeiro percebeu a ligação de Alvim

A bem da verdade, é preciso historiar que se deve ao site JORNALISTAS LIVRES a descoberta do plágio do discurso do secretário da Cultura, Roberto Alvim, com o de Goebbels. Foi quem primeiro percebeu a estética nazista inserida na mensagem do ex-secretário.   


EDUARDO TESSLER e o papel dos meios de comunicação

Omundo das comunicações é genial, dinâmico e, por que não? ousado. Mas, para se dar bem na indústria da mídia, o primeiro passo é entender o modelo de negócios que está por trás — e esse costuma ser o erro mais comum dos empresários, acionistas, diretores e CEOs. Erro que faz com que os números apontem o fracasso imediato, enquanto os líderes investirem no lado errado. Teimosia. E incapacidade.

O primeiro passo é compreender para que serve um meio de comunicação (quem disser que é para produzir notícias, pode fechar hoje mesmo o veículo). E qual o seu papel na sociedade (quem arriscar algo como o sexto poder, melhor nem voltar das férias). Veículo de comunicações, seja ele qual for, serve para aproximar o cidadão da sociedade em que se encontra. Ou seja, para que fulano seja aceito e se transforme em alguém interessante na sua bolha, ele precisa de informações, de conhecimento. A mídia é um meio rápido de propagação desse conhecimento — ainda que, na maioria das vezes, se utiliza de notícias (informações novas de algo que aconteceu nas últimas horas).
O meio de comunicação, portanto, é um intermediário entre o cidadão e seu universo. Ajuda na obtenção desse conhecimento rápido. Por isso mesmo precisa ser confiável e carrega uma força impressionante de poder sobre o cidadão que o segue. Só que, no mundo de 2020, há inúmeros intermediários disputando o mesmo tempo do mesmo cidadão. Os meios tradicionais que não se deram conta dessa nova concorrência definharam. Perderam espaço. Muitos fecharam as portas.

GAMES. "Grand Theft" é o jogo mais vendido desde 2013

O título de 2013 da Rockstar Games venceu uma série de entradas da franquia 'Call of Duty' no primeiro lugar.


Se você indagar qual o título de games mais vendido na última década, a resposta é "Grand Theft Auto V". Um novo relatório de analistas da indústria do NPD Group da Nielsen revelou que o sucesso de 2013 da Rockstar Games, Grand Theft Auto V, é o título mais vendido da década passada nos EUA, com base nas vendas totais em dólares.
Segundo traz hoje o 'Hollywood Reporter", dos 10 melhores jogos da década em qualquer plataforma, os títulos da franquia Call of Duty ocuparam sete dos lugares, com Call of Duty: Black Ops de 2010   a mais alta posição no slot número 2 (a Modern Warfare deste ano não conseguiu lista dos 10 melhores). Enquanto isso, a Rockstar Games conquistou duas posições no top 10 da década, com  Grand Theft Auto V  assumindo a posição número 1 no geral e Red Dead Redemption 2 de 2018  chegando  ao número 7.  Minecraft  foi o vendedor número 10 dos anos 2010.
O novo relatório também incluiu números para os gastos gerais com videogame nos EUA em dezembro e 2019. As vendas caíram acentuadamente no último mês do ano em comparação aos números de 2018.
FONTE: Hoolywood Reporter

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

JORNALISMO. Publicações com títulos homônimos no mundo

Tem publicações com nomes idênticos no mundo.  O site Focus, aqui no Ceará, encontra uma publicação homônima na Itália. 




REVISTA. O que acontece quando a rainha perde o controle


NOMES. E lá se foi Luiz Vieira, que teve programa na TV-CE


Desencarnou no Rio, Luiz Vieira. Ele tinha 91 anos. Autor de canções marcantes como "`Prelúdio pra Ninar Gente Grande", "Paz do Meu Amor" e "A voz do Povo", pouca gente hoje lembra-se desse pernambucano de Caruaru (PE) que comandou um programa na TV Ceará no fim dos anos 70. 

Foi lá que eu comecei uma carreira de divulgador da Odeon e conheci muita gente famosa que vinha para cantar nas noites de quartas-feiras, ao vivo, no prédio onde hoje funciona a "holding" do Grupo Edson Queiroz. 

Como compositor Vieira tem mais de 500 músicas gravadas por diversos artistas, entre os quais Caetano Veloso, Taiguara, Pery Ribeiro, Nara Leão, Moacyr Franco, Hebe Camargo, Augusto Calheiros, Gilberto Alves, Agnaldo Rayol, Elba Ramalho, Luiz Gonzaga, Cascatinha e Inhana, Sérgio Reis, Rita Lee, Marcelo Costa e Maria Bethânia.
Em outubro de 2018, foi realizado um show em São Paulo como tributo aos 90 anos do artista. A homenagem contou com a presença de nomes como Daniel, Renato Teixeira, Zeca Baleiro, Sérgio Reis, Claudette Soares, Edy Star, Maria Alcina, As Galvão, Verônica Ferriani e Ayrton Montarroyos. 

TEVÊ. Demitidos da Globo criam plataforma informativa

Está na Folha de hoje: "Demitidos em agosto da Globo por conflito de interesses, os jornalistas Dony De Nuccio e Samy Dana ainda não acertaram seu retorno à TV, mas já estão de volta à web com o canal de inteligência financeira Investnews. A grade da nova plataforma traz programas diários, com análises de mercado e destaques no noticiário econômico, disponíveis nas redes sociais e apresentados por De Nuccio, Dana e por Priscila Yazbek (ex-Globonews)".

CHARGES. A da Folha de SP é do Benett sobre Jair Bolsonaro


JORNAIS. O JB pede desculpas pelos problemas de 'hackers'


quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

CURIOSA Como era a voz dos artistas no cinema mudo

Como falavam os atores e atrizes do cinema mudo? Você já teve essa curiosidade em conhecer o tipo de voz de cada um? Pois aproveite a publicação do Twitter. 
E uma incrível gravação de 1923 revela a voz do astro Rodolfo Valentino cantando a "Canção de Amor da Kashemira".

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

CURSO. O jornal Povo abre inscrições para novos talentos


A jornalista Joelma Leal, de O Povo, informa a abertura de inscrições para a 25ª turma do curso Novos Talentos para Estudantes de Jornalismo, promovido pela Fundação Demócrito Rocha (FDR), em parceria com o Grupo de Comunicação O POVO.

O curso oferece aulas de Redação e Método Jornalístico; Português Instrumental para Jornalistas; Introdução à Produção Audiovisual e Introdução à Fotografia. Além disso, os estudantes terão aulas práticas nas editorias do jornal, da rádio e do portal. Nessa etapa, os alunos acompanham o trabalho dos repórteres, participam de reuniões de pauta, cobrem acontecimentos e escrever textos, tarefas orientadas diretamente pelos editores de cada núcleo.

Podem participar da seleção estudantes de Jornalismo que estiverem cursando do quarto ao oitavo semestre, até data do início do curso. Para se inscrever, os interessados devem preencher a ficha de inscrição na página da internet do curso, na qual também constam todas as informações relativas ao curso e à seleção, incluindo o calendário de provas.

As inscrições seguem até o dia 10/2/2020, às 12 horas.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

COMPORTAMENTO. Deputado se declara a favor do assedio

Um deputado de Santa Catarina vem ganhando a repulsa não só do público feminino mas de todas aquelas pessoas que consideram o assédio sexual, além de abuso, crime. Em nota no seu Facebook esse (que se diz) representante do povo chega a ironizar "Quem, seja homem ou mulher, não gosta de ser “assediado(a)”? Massageia o ego, mesmo que não se tenha interesse na pessoa que tomou a atitude".  Não se pode confundir assédio com paquera ou elogio, mas tão somente a exteriorização de algo machista partido de quem poderia dar o exemplo e não se revelar imbecil em relação ao assunto. 


JORNALISMO. Tessler volta e comenta aniversário do Povo

Desatualizado desde o dia 22 de dezembro, só na última terça é que Eduardo Tessler rompeu o silêncio de seu site para falar do que é seu hábito: jornais/jornalismo. E O Povo foi o motivo. Era aniversário do jornal cearense e a edição aniversária foi o foco do analista de "Mídia Mundo". 


domingo, 12 de janeiro de 2020

TV. Jornal Estadão cita estado de saúde de Carlos Alberto

Carlos Alberto de Nóbrega foi encaminhado para o hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após ser detectada infecção generalizada

O apresentador de A Praça é Nossa, do SBT, afirmou que, na quarta-feira, 8, tomou um iogurte vencido sem perceber e começou a passar mal. O consumo do produto atingiu o intestino e causou a infecção, de acordo com a equipe médica. 
“Oi, gente, é o seguinte: hoje o assunto é sério. Estou internado aqui no hospital Sírio (Libanês) por uma infecção generalizada causada por uma infecção intestinal porque eu tomei, na quarta-feira, um iogurte e não reparei na validade. Isso é uma coisa muito séria”, desabafou o humorista em uma série de vídeos no Instagram neste domingo, 12.
“Você tem que fazer o que eu não fiz. Quando for comprar qualquer produto, veja a validade. porque, às vezes, você pode perder a sua vida por uma besteira, por uma irresponsabilidade de um comerciante que não se preocupa com as pessoas, com seus semelhantes.
Para finalizar, Carlos Alberto de Nóbrega disse que ainda não há previsão de alta, mas que passa bem. “Estou bem graças à Deus, mas levei um susto muito grande. Vou ficar alguns dias internado aqui e, a partir de agora, certamente vou ver a validade até...coitada da minha mulher que está pagando por isso (risos)”, concluiu.

sábado, 11 de janeiro de 2020

ERROS HISTÓRICOS. Autor questiona tradução da Bíblia

bíblia


Segundo o orientalista George Lomsa, a versão atual da Bíblia contém mais de 1.400 erros de tradução.
Como nas últimas palavras de Cristo na cruz:  "Eli, Eli, lamma sabachtani", deveria ter sido traduzido como: "Meu Deus, meu Deus! Meu destino foi cumprido!" e não ele: "Meu Deus! Meu Deus! Por que você me abandonou?"
Outro erro importante é quando diz "será mais fácil para mim passar pelo olho da agulha que um homem rico entre no reino dos céus" não seria "um camelo", de acordo com a tradução usual, mas "uma corda".

FONTE: Erros Históricos