Translate

sábado, 31 de agosto de 2019

PLÁGIO. Outro texto da Exame é copiado por blogueiro


Não é a primeira vez que isso acontece. É algo recorrente, o caso do blog de Rodrigo Goyana que chupa textos de outros e os colocam com sua assinatura. É tudo igual. Nem as vírgulas são alteradas. Juridicamente, isso é plágio. E plágio é crime. Mas, pelo que parece, isso não tem lhe rendido nenhum prejuízo, mesmo quando copia revistas de circulação nacional, como a Exame. 



TV. A celebração dos 50 anos do JN começa neste sábado





Começa hoje o rodízio de apresentadores do Jornal Nacional, revezamento que faz parte das celebrações pelos 50 anos do jornal, celebrado dia 1° de setembro. Quem abre é a dupla Márcio Bonfim, de Pernambuco, e Cristina Ranzolin, do Rio Grande do Sul. Do Ceará, a escolhida foi Taís Lopes que vai dividir a bancada com Thiago Rogeh, do Tocantins. 



sexta-feira, 30 de agosto de 2019

"CE NO AR" DEVE PERDER MEIA HORA



RÁDIO. Alrino Araújo dá o tom do "Bregão da Clube"


A música brega é um gênero que há muitos anos faz a alegria do público sentimental. Apesar da investida de outros ritmos na atualidade, ela resiste pela sua maneira de contagiar públicos das mais diversas áreas. 

No rádio cearense, um programa que amplia ainda mais esse gosto pelo popular é o "Bregão da Clube". 

Apresentado pelo Alrino Araújo, o programa vai ao ar de 16 às 17 horas, de segunda à sexta feira, na Rádio Clube AM 1200. Sucesso de público nas ondas da emissora pioneira do Ceará.

P.S.: O Alrino me convidou e fiquei feliz em conversar no seu programa hoje sobre minha carreira. Um afetuoso abraço a toda equipe da Ceará Rádio Clube. 

RÁDIO. Ouvinte crítica qualidade do AM cearense

Ouvinte de rádio, Francisco Djacir de Souza, reclama nas redes sociais a qualidade do rádio AM que se faz no Ceará.


Gosto muito do rádio AM, mas hoje em dia tem muito radialista que ao comprar o horário pensa que a rádio é dele e tome palavrões, assassinato gramatical e a direção ainda defende com medo de perder aqueles míseros tostões...
Quando o ouvinte questiona é chamado de chato e de intolerante...este é o rádio de hoje.
O Sindicato deveria agir , tem muita gente trabalhando de forma irregular e naturalmente sem formação para falar do rádio.
Saudades de ALMIR PEDREIRA, WILSON MACHADO, JUAREZ SILVEIRA, AFRÂNIO PEIXOTO...
Parece que mesmo com  o avanço tecnológico o rádio parou na lógica do arrendamento..e tome palavrão...e os proprietários gostam.

DEU NO JORNAL. ACERT realiza encontro regional em Iguatu


A Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACERT) realizou um encontro regional que contou com a presença de cerca de cem radiodifusores e radialistas de emissoras da região centro-sul do Ceará. Além dos representantes das emissoras, o evento também teve a presença do governador, Camilo Santana.

Durante o encontro, o assessor jurídico da ACERT, Afro Lourenço, falou sobre a superação da crise pelo associativismo. Além disso, o engenheiro Gilson Moreira apresentou um quadro sobre as exigências do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

FONTE: Todorádio

JORNAIS. 'Newsletter' para atrair mais leitores no digital


Empresas jornalísticas liberam o "newsletter" gratuito, como forma de alavancar o número de leitores diante da crise do impresso e do número ainda pequeno dos leitores da versão digital.



quinta-feira, 29 de agosto de 2019

TV. 26 profissionais demitidos da Globo nos últimos tempos


COMUNICAÇÃO. Cearense cria a "reportagem vestível"





O comum de quem trabalha com o produto notícia é vesti-la dentro dos padrões e regras ensinados pelas modernas técnicas de comunicação. No Ceará, um jovem estudante da área fez o oposto: botou a notícia em vestimentas para que elas pudessem circular por aí no corpo das pessoas. 

Adicionar legenda



Yuri Figueiredo é o estudante de jornalismo que intitulou seu trabalho de conclusão do Curso de Jornalismo na Universidade Federal do Ceará "Uma reportagem vestível".

Quem for à homepage da Tribuna do Ceará vai ver que, em 11 camisetas, o jornalista traz diversas perspectivas da mesma temática: a Praia de Iracema". 

E foi um fato noticioso que o inspirou a isso: a remoção dos ambulantes da José Avelino. “Como era uma feira de roupas, me veio o insight de misturar roupa com comunicação", contou ele à reportagem do site. 

Numa época em que o impresso perde espaço para o digital,  Yuri confirma a profecia do mestre Belchior: o novo sempre vem. 

TV. Diário estaria prestes a ressuscitar o antigo "Tarde Livre"


Estaria a TV Diário interessada em ressuscitar o antigo "Tarde Livre"? É a pergunta que se faz depois que imagens de um piloto, gravado esta semana, vazaram para o público. 





A nova versão reuniria, um homem e duas mulheres como apresentadores, a exemplo da original que tinha a Carla Soraya no comando. Outro detalhe é que o programa seria nos moldes do "Fofocalizando" do SBT. A confirmar. 

TEVÊ. Os apresentadores do JN especial dos 50 anos



Um total de 27 jornalistas de emissoras afiliadas da Globo se revezam em setembro para celebrar os 50 anos do Jornal Nacional. 
O tele-noticioso surgiu em 1º de setembro de 1969. Eles vão se sentar na bancada, por um dia, aos sábados, a partir de 31 de agosto. Na estreia, os apresentadores convidados são Cristina Ranzolin, do Rio Grande do Sul, e Márcio Bonfim, de Pernambuco. Do Ceará, a Taís Lopes (a sexta da foto na primeira linha) é a convidada. 

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

ELOGIO. Mídia Mundo destaca especial sobre Amazônia

Muito prazer, Jornalismo (com J maiúsculo)


O mundo inteiro fala das queimadas, do desmatamento. O Brasil convive com o (des)governo, com as chacotas deselegantes a líderes da diplomacia internacional.


E ninguém conta, afinal, o que são as florestas, o que há na Amazônia.

Enfim, o Libération (Paris, França), país de Brigitte e de Macron, revela em um bem recebido número especial, tudo sobre as florestas.

Para isso serve um jornal. Para contar o que ninguém sabe.

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

PROTESTO. Jornalista cearense faz protesto contra asfalto


A jornalista e apresentadora de rádio Maísa Vasconcelos (Povo-CBN) deu de boa hoje nas redes sociais ao denunciar uma ação da Prefeitura na comunidade em que mora. O prefeito autorizou asfaltamento das quadras da cidade 2000, em contraponto a um projeto que visava exatamente priorizar o calçamento e não a asfaltagem. A jornalista colocou a boca no trombone, digo no Facebook. 



Em sua página no Facebook, a apresentadora da Povo-CBN foi incisiva. Alertou o prefeito para a contradição já que ele recentemente inaugurou a área de trânsito lento no bairro, trocando o asfalto da área central do residencial por uma sinalização diferente. "E olha só pra onde veio o asfalto", indignou-se ela, no vídeo que está nas redes sociais. 

Maísa se mostra uma ativista pela preservação de espaços na cidade com pedras nuas, sem a camada asfáltica que acentua bastante o calor.  "As pessoas acham que asfalto é progresso. Asfalto é calor; é pó preto para quem tem asma, pó preto para quem tem problemas alérgicos", lembra. 

No final do depoimento, garantiu que a operação de asfaltagem ao chegar na quadra em que ela reside há 30 anos, vai encontrar dificuldade para cumprir a tarefa. "Eu vou me colocar o chão, na minha rua e não vão asfaltar a minha rua não", ameaçou, como forma de impedir o avanço das máquinas. 







JORNAIS. Leitora flagra um jornaleiro nas ruas de Fortaleza


A leitora Ian Gomes - ela mesma, a da TV-C - amanheceu a semana se surpreendendo com o que ela diz ser uma "cena rara....No cruzamento das avenidas Padre António Tomas com Senador  Virgílio Tavora, o vendedor de jornal resiste ao tempo. . Até quando? Olha aí @albuquerque_nonato .#profissao #luta #jornal #tempo # notícia #press #lutador

JORNAIS. Texto da Folha sai com problema de digitação


Um texto da edição de hoje da Folha de SP chamou atenção dos leitores: todo ele estava com a primeira letra maiúscula, no que pode ter ocorrido um erro na digitação. Pelo que me consta, essa seria a primeira vez que isso teria acontecido. 


domingo, 25 de agosto de 2019

CINEMA. Filme cearense ganha como o melhor de Gramado



O Festival de Cinema de Gramado anunciou no final da noite deste sábado e começo da madrugada deste domingo os vencedores da 47ª edição, realizada tradicionalmente na cidade serrana do Rio Grande do Sul. O filme "Pacarrete" saiu consagrado, com oito Kikitos. Este é o primeiro longa-metragem do diretor Allan Deberton.
A reação da plateia ao final da sessão em que o filme foi exibido, na quarta-feira passada, já mostrava que o longa despontava como favorito. A atuação de Marcélia Cartaxo foi ovacionada e a sua vitória como Melhor Atriz era esperada.
"Dedico este prêmio a Pacarrete, mulher e artista, a minha Paraíba, ao Nordeste. Salve Amazonas", disse Marcélia ao receber o prêmio. Vários artistas destacaram em seus agradecimentos a preocupação com as queimadas na Amazônia e pedindo a manutenção de políticas públicas em prol do cinema e audiovisual.
Paulo Miklos ganhou como Melhor Ator pelo filme "O Homem Cordial". Ele esteve em Gramado no início da semana, mas não pôde ficar no festival até o fim. Por isso mandou um áudio agradecendo e dizendo "Viva o cinema nacional"

FONTE: Correio do Povo

NOMES. Morre em SP a atriz e escritora Fernanda Young


A atriz,escritora e roteirista Fernanda Young morreu na madrugada deste domingo (25), em São Paulo. Ela, que tinha 49 anos, sofreu uma crise de asma seguida de parada cardíaca e não resistiu.
Young viveria um casal gay com a atriz Fernanda Nobre, 35, na peça "Ainda Nada de Novo". A estreia estava programada para o mês de setembro

sábado, 24 de agosto de 2019

ENCONTRO. ABERT discute o Rádio e o mercado em sintonia


São Paulo realiza no dia 25 de setembro o encontro "Rádio: mercado em sintonia".
Vai reunir anunciantes, agências de publicidade e representantes de emissoras de rádio de todo o país. Realização da ABERT- Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão. 

O encontro será realizado no Dia Nacional do Rádio. A relevância do Rádio como atividade econômica estará no foco do encontro, que apresentará indicadores, perspectivas e tendências do mercado para o rádio, além da força do meio na divulgação de peças publicitárias.

FONTE: Tudorádio

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

VERDES MARES. Dudu vai surfar em novas funções no Grupo




Ildefonso Rodrigues, o jornalista do Diário do Nordeste, conhecido como Dudu, a partir de hoje passa a surfar em novas ondas da Verdes Mares. O grupo acaba de anunciá-lo como o novo coordenador das rádios e da TV Diário. Ele substitui a Roberto Moreira, demitido no último mês das mesmas funções.  

Conhecido como um profissional de invejável espírito conciliador, ele demonstrou essa capacidade de trato com os companheiros à frente da direção de Jornalismo Impresso e como interino da redação integrada da Verdes Mares.  

Profissional de bom convívio com seus pares, Ildefonso é reconhecidamente uma liderança nos postos que assumiu no Diário do Nordeste onde ingressou como repórter em 1987 

A reação dos colegas à sua indicação, tanto da TV Diário quanto de rádio, foi das mais positivas, por se tratar de uma pessoa de trato com todos e que prima pelo diálogo e a boa convivência. 

Jornalista, formado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Possui mestrado em História Social, na UFC. Concluiu o Master em Gestão de Empresas de Comunicação pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), em parceria com a Universidade de Navarro, da Espanha. Tem curso de Audiovisual pela Embrafilme e curso de fotografia pela Casa Amarela, da UFC. Começou a profissão como repórter do Diário do Nordeste, onde hoje ocupa a função de Diretor Editor. Também foi Diretor de Jornalismo da TV Verdes Mares. 

INTERNET. O primeiro site da história completa 30 anos

O primeiro site da história continua no ar e é uma espécie de metasite com detalhes do projeto revolucionário dos laboratórios CERN (Organização Europeia de Pesquisa Nuclear), na Suíça. O acesso a ele só se tornaria público, no entanto, mais de dois anos depois: em 23 de agosto de 1991.





quinta-feira, 22 de agosto de 2019

BLOGS. Coluna do Eliomar é restrita, mas blog está liberado


Leitores da coluna Vertical do Eliomar de Lima têm reclamado a impossibilidade de acessá-la na íntegra, depois que O Povo passou a listá-la entre os de área exclusiva. Só os assinantes é que detém essa possibilidade. Já o blog do jornalist, que completou em maio uma década sob domínio do grupo Povo, está livre, solto e cada vez melhor.    









GENTE QUE É NOTÍCIA

DANÇA DAS CADEIRAS 

Um nome de acentuada cotação na bolsa de trabalho de qualquer empresa está prestes a mudar a rota de seu caminho. Mudar de casa. Já avisou à direção da emissora e até setembro deve mudar de armas e vantagens para ocupar vaga numa importante assessoria. Dou um doce a quem disser, pelo menos, as iniciais... Ah! é da área do jornalismo. 

PESQUISA mostra que mídia importa mais para congressistas

Pesquisa sobre Consumo de Informação dos Congressistas, realizada pela ANABB (Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil) e pelo DataPoder360 (íntegra) mostra que 71% dos congressistas consideram a repercussão de temas na mídia tradicional importante na hora de decidir votos.
Entre os entrevistados, 24% consideram a repercussão extremamente importante e 47% importante. Para 15% ela é mais ou menos importante e pouco importante para 12%. Outros 2% não souberam ou não responderam.
O estudo teve o objetivo de entender os hábitos de informação dos congressistas em exercício do mandato e foi realizada de 3 a 27 de junho de 2019.  Foram feitas 297 entrevistas com congressistas de todos os partidos (40 senadores e 257 deputados) e a seleção foi proporcional ao tamanho das siglas no Congresso Nacional.

De acordo com o estudo, o principal meio de consumo de informação dos políticos em exercício é o jornal (20%), seguido por televisão (17%), portais de notícia (16%) e redes sociais (15%).

NS/NR
20
Jornais
17
Televisão
16
Portais de Notícia
15
Redes sociais
13
Revistas
13
Rádio
4
Newsletters de email
2
Podcasts
0
NS/NR
REDES SOCIAIS 


Sobre a influência das mídias sociais na atuação no Congresso, 36% consideram que a repercussão nas redes é extremamente importante, 39% acham importante e 12% mais ou menos importante. Para 10% é pouco importante e 2% consideram sem importância. Os outros 2% não sabem ou não responderam.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

JORNAIS. Eles pedem ajuda para manter o jornalismo vivo






Se nos últimos anos, você tentou ler alguma notícia na homepage da edição impressa de qualquer jornal e deparou-se com barreiras, impondo as regras de acesso, soube que elas estão cada vez mais rigorosas. Caso você não resolva assinar, terá apenas e tão somente a manchete e uma chamada curta do fato em foco. É a resolução das empresas diante da queda de venda dos impressos e a tentativa de compensar isso com o acesso à edição digital. Mas há quem utilize a fórmula do apelo para ajudar a manter o jornalismo vivo, como no anúncio (acima) da Gazeta do Povo ou o da Carta Capital, que quase chega a puxar o leitor pelo braço: "não se vá, fique com a gente".




Alguns jornais, mais do que evitar o acesso ao produto, estão divulgando essas notas para atrair leitores ao espaço digital. Isso revela, em última análise,  que esse setor, também, anda dificultando o trabalho do departamento de vendas. 

Há outros jornais, que diante dessa crise, recorrem também ao uso de anúncios e permitem o acesso a grande parte do material jornalístico. Mas, para isso, é necessário que o interessado desative o "ad-blocker", aquele que evita a enxurrada de "pop ups" em sua página durante a leitura. Eles, de certa forma, facilitam algum tipo de ganho dos jornais em crise. 

YOUTUBE informa sobre mudanças a partir de setembro



Equipe do YouTube está encaminhando e-mail para os que detém assinatura, alertando sobre as mudanças que serão efetivadas a partir de setembro vindouro. "Não será mais possível usar o recurso de mensagem para enviá-las diretamente na plataforma". É hora então de gravar o que cada assinante tem arquivado.  
Olá,
Informamos que alguns recursos do YouTube serão atualizados. A partir de 19 de setembro de 2019, não será mais possível usar o recurso de mensagens do YouTube para enviá-las diretamente na plataforma. O recurso não estará mais disponível, mas você ainda poderá compartilhar vídeos do YouTube. Veja como fazer isso:
1.Quando estiver assistindo um vídeo no YouTube, clique no botão Compartilhar.
2.Selecione o app que você quer usar para compartilhar.
Para mais informações, confira este artigo da Central de Ajuda.
Atenciosamente,
Equipe do YouTube

PODCAST. Entra no ar hoje o "Ficha Criminal" sobre Marcola


Nesse tempo em que a mídia busca inteirar-se e divulgar fatos ligados a área da segurança, por causa do aumento da violência na sociedade, faltava um 'podcast' que pudesse investir sua criatividade nesse território midiático. E cabe ao UOL o trabalho de lançar lançar um podcast sobre os grandes criminosos do Brasil. "Ficha Criminal" está sendo lançado nesta quarta feira, dia 21. 

A primeirsa temporada tem oito episódios que serão disponibilizados semanalmente, às quartas-feiras. No primeiro, a vida de Marcola. 

TV. Maria Beltrão flagrada dançando na hora do jornal


Maria Beltrão foi flagrada rebolando na redação de jornalismo da GloboNews. Enquanto a apresentadora Leila Sterenberg falava no Edição das 16, é possível ver Maria Beltrão fazendo uma dancinha no fundo. Na sequência, a apresentadora do Estúdio I parece ser alertada sobre o teu gingado ter aparecido ao vivo. 

Um funcionário chega a fazer um sinal abaixando as mãos. Não demorou muito para que o assunto fosse comentado nas redes sociais. “E aquela dancinha, hein”, brincou um internauta. “Só eu que vi a Maria Beltrão requebrando na redação enquanto era apresentado a Edição das 16?”, questionou uma seguidora.

 

FONTE: O DIA

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

CHARGES DO DIA. Aroeira e o Lixo da História


TV. "Family - Democracia Ameaçada" a nova série da Netflix

O que a política do governo Jair Bolsonaro tem a ver com a organização "The Fellowship", dos Estados Unidos e que serve de base à nova série da Netflix? Por mais incrível que pareça, a maneira como chegou ao poder e como tem usado valores religiosos como no slogan "Deus acima de todos" parecem ter influências com o enredo da história. 


"The Family Democracia Ameaçada", mergulha nos subterrâneos de uma confraria que existe nos Estados Unidos e reúne jovens em torno da busca dos eleitos de Jesus. Tradicionalmente conservadora, seus membros vivem isolados, sendo orientados pelo fundador Doug Coe - veja na Wikipédia a biografia de seu fundador -  a se prepararem para ser os eleitos de Jesus. 

A organização, que faz questão de dizer que não é uma organização, tem em sua lista de participantes nomes influentes da Política de vários países - entre presidentes e lideranças econômicas - com um projeto traçado para sedimentar nas nações valores extremamente conservadores e com inspiração antidemocrática. 

Uma coisa que chama atenção em comentário da escritora, historiadora e professora Valéria Guerra Reiter é de que personalidades como Jair Messias Bolsonaro se enquadra muito bem nesse tipo de líder que "The Fellowship" busca inspirar. 

A série está na Netflix e é baseada no livro de Jeff Sharlet, um dos que integraram a confraria e que denuncia o quanto o termo democracia torna-se cada vez mais retórico por trás de um totalitarismo teocrático político. 
O grupo tem suas raízes na década de 1930, quando o ministro norueguês-americano Abraham Vereide começou a organizar empresários de Seattle para rezar pela destruição dos sindicatos e pela derrota do comunismo. Jeff Sharlet, cujos livros sobre a Irmandade serviram de base para a série da Netflix, escreveu em um artigo para Harper que Vereide sentiu que as necessidades espirituais do “abatimento” eram suficientemente atendidas e, em vez disso, ele direcionou seu ministério para o “up e-out ”- o poderoso. O café da manhã de oração se espalhou pelo país, e o primeiro Café da Manhã Nacional de Oração foi realizado em 1953, com uma aparição do Presidente Dwight Eisenhower . A tradição perdura, com presidentes, membros do Congresso e outros participantes do poder se unindo para rezar e conviver a cada mês de fevereiro.Ao longo dos anos, o grupo cresceu para incluir duas residências de membros . Uma delas é uma mansão em Arlington, Virgínia, que serve como sede da organização, com jovens estagiários vivendo, rezando e trabalhando juntos na propriedade, e servindo como faxineiros e paisagistas para a organização. (Sharlet viveu nessa propriedade como estagiário por um tempo, e suas experiências com o grupo inspiraram seus livros sobre a misteriosa organização religiosa.) A outra casa é uma casa em Washington DC, onde os políticos se afiliaram ao grupo, incluindo ex-norte O governador da Carolina, Mark Sanford, e o senador de Nevada, John Ensign, viveram no cargo .

Para saber mais clique AQUI.

TV. Repórter derrapa na língua em matéria sobre acidente





Eu juro que ouvi: repórter do CE 1, durante reportagem sobre acidente de veículos dizer com todas as palavras: "a população disseram", em reportagem ao vivo de cidade do interior. Mesmo fazendo correção em seguida, ficou um ar de quem tem problemas com a nossa língua pátria. Uma telespectadora do horário, atriz Jane Azeredo, já chegou a alertar no Facebook para a necessidade de alguns na equipe prestarem mais atenção ao vernáculo. 

sábado, 17 de agosto de 2019

TV. Como é que anda o caso Caio Cézar depois da demissão

O site de entretenimento F5, da Folha de SP, volta a abrir espaço para o narrador esportivo Kaio Cézar, a respeito de sua demissão e como anda o processo movido por ele contra a TV Verdes Mares, TV Globo e Rádio Verdes Mares.  Na mesma matéria, o diretor acusado por Cézar de ser o responsável pela sua demissão, nega a versão do narrador e diz que "ele nunca acionou o código de conduta". 

O narrador esportivo Kaio Cézar 19 anos, que em fevereiro se demitiu ao vivo no final do Globo Esporte Ceará, da afiliada TV Verdes Mares, conta que sofria perseguições e assédio moral na emissora e que tem provas e indícios disso. O profissional, que passou 11 anos por lá, acusa o diretor da TV, Paulo César Norões, de praticar os atos e de ter humilhado ele e sua família em público.

“Quando saí da Verdes Mares eu tinha a intenção de abandonar tudo, me decepcionei demais e estava psicologicamente destruído. Entrei com uma ação na justiça. Desde 2013 passei por uma série de situações que configuram perseguição e assédio moral. O diretor Paulo César chegou a humilhar a minha família e a me mandar tomar no cu por discordar dele. Ele tentou me tirar da Copa das Confederações em 2013, tirar meu espaço no Premiere e na SporTV e me minar profissionalmente”, diz Kaio Cézar.

De acordo com o locutor esportivo, que trabalha nesse ramo desde os 13 anos, as TVs cearenses parecem ter se unido para boicotá-lo. “Antes de eu sair da Verdes Mares a afiliada do SBT tinha me procurado, pois eles não têm narrador esportivo. Depois que eu saí não fizeram mais contato. O mercado para mim aqui em Fortaleza se fechou totalmente. As TVs são unidas.”
Segundo o narrador, a situação financeira após a sua saída ficou precária. “Só não passamos fome nem fomos despejados por causa da nossa família. Nossos pais [dele e de sua esposa] que faziam as feiras. A gente está se virando. Passei três meses penando, quase sendo despejado”, afirma.
Cézar move atualmente um processo contra a TV Verdes Mares, a TV Diário, a Rádio Verdes Mares e a Globo. O valor calculado é de R$ 3,8 milhões. “Eu desejo primeiramente provar essa situação. Se eu ganhar, o valor sinceramente é o que menos importará. Estou acostumado a viver sem grana”, aponta o locutor, que dia 25 de agosto começa a ter uma live na qual aparece transmitindo jogos de futebol exibida na programação da TV Metrópole, de Caucaia, região metropolitana de Fortaleza.
No dia em que tomou a atitude de se demitir ao vivo ele lembra que estava muito mal. “Naquela semana um colega chegou para mim e disse que eu não iria mais narrar o jogo que eu narraria. E ele nem era locutor da Verdes Mares. Comentei com meu chefe imediato na época e ele me aconselhou a parar de reclamar, pois tinha gente que não estaria ao meu lado. Então eu percebi que não me queriam lá, pedi para sair”, revela.
Na ocasião da saída, por ninguém saber os motivos que o levaram a se despedir do seu emprego ao vivo, boatos começaram a surgir. Dentre eles, foi especulado que a esposa de Kaio poderia ter sido assediada sexualmente por alguém dentro da emissora. Kaio nega essa versão.
“Isso não aconteceu. Até porque se tivesse rolado quem tivesse feito não estaria mais aqui para contar a história”, diz. “O Paulo César Norões não tinha nenhum motivo profissional para me tirar do ar. Éramos primeiro lugar em audiência dentre as afiliadas da Globo no país. Mas ele não ia com a minha cara. Acho que é porque eu sempre fui meio caladão e ele gostava mais de gente que falava”, opina.

ACUSADO REBATE

Acusado de praticar perseguição e assédio contra Kaio, o diretor de TV Paulo César Norões rebate as acusações e nega a versão do locutor. “Espero que ele prove porque não tem nada disso. Minha consciência está tranquila. Não entendi o motivo de ele ter saído até hoje, foi uma surpresa geral”, aponta.
De acordo com Norões, a relação entre ambos, no entender dele, era normal, já que Kaio nunca havia reclamado. “Como que eu não ia com a cara dele e o escalei para um monte de transmissões de futebol? Copas e tudo?”, pondera Norões, que já não faz mais parte do núcleo de esportes há três anos e, por isso, segundo o próprio, não poderia ter minado a carreira do narrador.
O diretor afirma ainda que nada mudou em sua vida, mesmo com um processo correndo na justiça, e que se Kaio sofria tanto que ele tivesse reclamado acionando a central de código de conduta existente na empresa. 
“Esse tipo de coisa não deveria ser discutido publicamente. Há um interesse em fazer disso um Carnaval”, finaliza.
Procurado, o Sistema Verdes Mares não deu a sua versão do ocorrido até a publicação deste texto.

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

DANÇA DAS CADEIRAS. Roberto Moreira deixa a televisão


Deixou a TV Verdes Mares, hoje, o jornalista Roberto Moreira. Durante quase 30 anos anos ele esteve à frente da coordenação da TV do Grupo Verdes Mares e o seu desligamento causou surpresa no meio da mídia. 

Uma nota sucinta da empresa informa ao público e clientes o seu (dele) desligamento. 



TV. Ator que foi da Globo vive um drama desempregado




O noticiário de TV da UOL destaca hoje o drama vivido pelo ator Marcos Oliveira que está desempregado. Como figura marcante do personagem Beiçola, Marcos vive atualmente nas reprises de "A Grande Família" (Globo e Viva) e "O dono do Lar" (MultiShow). Mas sem ganho, ele se atormentado com a impossibilidade de pagar seus compromissos. 

MÍDIA. Para ocupar tempo repórteres recorrem ao blábláblá


Não, não é verdade que no curso de Jornalismo exista a cadeira de encher linguiça. 



terça-feira, 13 de agosto de 2019

CINEMA. Hollywood vai filmar uma peça de Nélson Rodrigues



Nélson Rodrigues, o maior nome da dramaturgia brasileira, vai ser filmado por Hollywood. Além do cinema, sua peça "O Beijo no Asfalto" vai subir aos palcos da Broadway, pelas mãos da atriz Viola Davis, vencedora do Oscar. Eis o que diz matéria do site Nexo: 



“Trazer a obra de Nelson Rodrigues para o mercado dos EUA é uma grande honra e responsabilidade”, disse ao site Deadline Katie Mota, vice-presidente da Wise Entertainment, empresa que vai co-produzir os projetos ao lado da JuVee Productions. 
“Passamos muito tempo identificando quais de seus trabalhos seriam os mais relevantes e poderosos para os dias de hoje”, acrescentou. Por enquanto, as produções de “O beijo no asfalto” não têm previsão de estreia.
Publicada em 1960, “O beijo no asfalto” completa 59 anos em 2019. A peça parte da morte de um homem desconhecido, que é atropelado por um ônibus numa avenida movimentada. Agonizando no asfalto, ele pede um beijo a um bancário, Arandir, que está no local. O pedido é atendido, o gesto logo se torna manchete na imprensa sensacionalista e a polícia carioca passa a jogar com a possibilidade de que o atropelamento tenha sido um assassinato, não um acidente. Com essa premissa, Rodrigues discute temas como a ética jornalística, a violência policial, a solidão e o moralismo da classe média-baixa, que passa a ver um escândalo no ato do beijo.