sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

RÁDIO. Programa critica jornal O Povo por imparcialidade

O jornalista Ítalo Coriolano e, por tabela o jornal O Povo, foram alvos de comentários do programa matinal desta sexta-feira na Rádio Assunção, AM 620. Comentava-se na ocasião, a denúncia de desvio de verbas na Assembleia Legislativa envolvendo nome do filho do presidente eleito Jair Bolsonaro.

O jornalista e ex-funcionário do grupo de Comunicação O Povo, Renato Abreu fez referência ao "esquerdismo" do jornal, chegando a citar que "ele devia botar a estrela vermelha como logo do jornal". Nos comentários, ao lado de um outro participante, lembrou a época em que Demócrito Dummar esteve à frente da empresa, "o jornal era plural".

O que teria motivado a série de críticas seria artigo do colunista Ítalo Coriolano, "O governo que já nasce velho", publicado na página de Opinião, desta sexta-feira. 

Demonstrando visível defesa do governo eleito, os dois comentaristas da rádio chegaram a ironizar a citação "a família do presidente eleito está atolada até o pescoço na operação que investiga desvios de recursos da Assembleia do Rio". 


4 comentários:

Sandra cordeiro disse...

Nonato, com todo o respeito que tenho ao profissional que você e. O grande Renato Abreu, não defendeu a família Bolsonaro, defendeu a verdade , não há problema do jornalista ter posicionamento, porém ele precisa ser honesto, coisa que e marca do Renato Abreu. Diante de uma imprensa não só brasileira como a cearense faz militância militância à esquerda, ver um jornalista defender a verdade deveria ser aplaudido .O seu artigo deixa claro o incômodo que sente ao verbo Renato e o Luciano fazer o contrato ponto ao grupelho de jornalistas militantes. Parabéns aos queridos radialistas honestos e inteligentes do programa Hora da noticia, o melhor programa político do rádio cearense.

Ribamar Santos disse...

Nonato, sabemos que o Renato Abreu tem posicionamento politico direitista. Sabemos disso. Então o Jornal deveria omitir a informação? Renato já defende a mordaça também?

Unknown disse...

Eita que os esquerdopatas tao ficando doido com a vitoria de bolsonaro

Anônimo disse...

Prezado Nonato, o cidadão Renato Abreu não age mais como jornalista e sim como militante das suas causas. Defende pontos de vista em que acredita, mas nas notícias não busca o contraditório, é como torcedor fanático de futebol, o time dele pode até não ser bom, mas ele nunca vai criticar, e sempre vai torcer por ele, claro. Como cidadão tem todo direito, mas há tempos, nesse programa, ele não tem comportamento de jornalista. É como as resenhas de times do Ceará e Fortaleza no rádio, programa de torcida organizada, jornalismo passa longe. Agora defendendo a censura de opinião e a favor de pensamento unico e chapa branca foi a última pá de cal no jornalismo, mas torcedor é assim mesmo, paixão sem noção.