quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

TV. Record quer deixar TV Cidade e comprar a União-CE


Insatisfeita com a TV Cidade, a Record passou a negociar a compra de uma rede de televisão local do Ceará para transformar em canal próprio do grupo: trata-se da Rede União, emissora que mescla clipes musicais com conteúdo regional, e que conta com retransmissoras em 8 estados, além de sua geradora, localizada em Fortaleza.

Segundo informações obtidas com exclusividade pelo Observatório da Televisão, as negociações da Record com a Rede União já aconteciam há alguns meses, porém, foram retomadas com maior intensidade após as queixas da chefia do jornalismo do canal da Barra Funda sobre a cobertura feita pela TV Cidade sobre a chacina que aconteceu em Fortaleza e deixou 14 mortos no último sábado (27). O setor reclama que a emissora afiliada demorou para chegar no local do crime, perdendo boa parte dos acontecimentos, e não produziu material o suficiente para os telejornais de rede, especialmente o Cidade Alerta, que voltou a ter exibição em cadeia nacional ontem (29).


O episódio serviu como estopim de uma crise na relação rede/afiliada, que já vinha estremecida desde a última renovação de contrato, em 2015. A TV Cidade, ao renovar sua parceria com a Record, se comprometeu a alinhar sua programação com o padrão seguido pelas demais praças e a readequar suas produções, especialmente a faixa matinal, composta por uma reprise de telejornal do dia anterior e pela reapresentação de programas femininos e de viagens exibidos originalmente no final de semana. Porém, quase três anos depois, nada foi feito.
A maior audiência da TV Cidade, segundo dados consolidados da Kantar Ibope, é a exibição inédita do Cidade 190, noticiário policial exibido na faixa do meio-dia, com média de 8,3 pontos em janeiro – atrás da TV Verdes Mares (Globo) e da TV Jangadeiro (SBT). Já o produto nacional mais assistido é o Domingo Espetacular, que também fica em terceiro lugar. A emissora, outrora premiada como “a mais Record das emissoras”, não é vice-líder desde agosto de 2015, quando o SBT retomou a parceria com a TV Jangadeiro, e tem dificuldades em manter o 3º lugar na disputa com a TV Diário, emissora local, e a NordesTV, afiliada da Band no estado. Não é raro que a Record fique em quarto lugar em Fortaleza, com pouca distância em relação a quinta colocada.
Ao adquirir a Rede União, o Grupo Record pretende transformar a sede da emissora, em Fortaleza, numa emissora totalmente nova e que se reporte diretamente a matriz, como já é o caso do Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, dentre outras. As retransmissoras seriam distribuídas entre a Record News e a Rede Família, no caso de praças que já tenham acesso a primeira.
A audiência da TV União é residual atualmente. Nenhum programa passa de 1 ponto de média e a qualidade técnica da emissora é precária – apesar de ter sinal HD, já que o sinal analógico já foi desligado em Fortaleza, poucas atrações são transmitidas em alta definição (e só são para a matriz). Caso a aquisição seja concretizada, a Record iniciará uma nova estrutura do zero, reaproveitando somente o edifício sede do canal.
O contrato da Record com a TV Cidade termina em setembro de 2019. Uma rescisão unilateral não é descartada pela cúpula da emissora.
Procuradas pela reportagem do Observatório da Televisão, a RecordTV diz “que vai cumprir o contrato com a TV Cidade/CE” e a Rede União, por telefone, disse que o assunto é restrito a diretoria do canal e que não daria maiores informações sobre o assunto. A TV Cidade não foi localizada.
(Matéria de RICK SOUZA publicada no Observatório da TV, edição de 30/01/2018)

2 comentários:

Diego Lima disse...

Deu vexame não tem reporteres para rede nacional,nem seu quem cobriu,acredito até que tenha ciso. O águia e certamente não dar né colocar ele nótica os fatos em rede.Só quem curte esse circo são os famigerados telespectadores

Daniel Neves disse...

Na época em que a Tv JANGADEIRO deixou o sbt, ouvi boatos que a Tv CIDADE estava em negociações com o sbt. Perdeu a oportunidade Tv Cidade.