segunda-feira, 29 de agosto de 2016

CRISE. Observatório de Imprensa faz vaquinha virtual

Com 20 anos de presença regular na internet, completados em maio, o Observatório da Imprensa, projeto de crítica de mídia idealizado e encabeçado pelo jornalista Alberto Dines, corre o risco de fechar e pede socorro, via financiamento coletivo.

Nos últimos meses, perdeu suas principais fontes de receita, com o corte dos patrocínios do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, em decisão anunciada em junho pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. (Da Folha de SP)


Antes, na virada do ano, já não havia sido renovado o contrato com a Empresa Brasil de Comunicação, da TV Brasil, na qual Dines apresentava um programa semanal do Observatório.
Carioca, 84 anos, Dines foi editor-chefe do "Jornal do Brasil" nos anos 1960 e, em 1975, lançou na Folha a coluna de crítica de mídia "Jornal dos Jornais".
No início do ano, foi hospitalizado, por doença não divulgada, mas já está em casa, em fisioterapia, e voltou a escrever.
"O Observatório da Imprensa é uma peça de museu", afirma Dines à Folha. "No conteúdo, formato e feitio, é único, talvez no mundo. Por isso mesmo, peça de museu para ser preservada."
Acrescenta: "Por enquanto, só pega no tranco. Precisamos de um [caminhão] Mack para alavancar e não deixar morrer tudo o que o Observatório vem semeando nos últimos 20 anos on-line e 18 no ar".
Em julho, o Projor (Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo), associação mantenedora do Observatório da Imprensa, tornou pública a crise financeira.
Ao mesmo tempo, lançou uma campanha de "crowdfunding" (financiamento coletivo) no dia 8 de agosto, junto com o editorial "O Observatório da Imprensa pede socorro", fixado desde então no alto do site.
Nele, informa que o trabalho "está ameaçado de desaparecer" e o esforço agora é para "manter o Observatório vivo e operando".
No site de "crowfunding" Kickante, acrescenta que o financiamento coletivo visa "bancar os custos de produção do site, hospedagem e administração".
O endereço é kickante.com.br/campanhas/crowdfunding-observatorio-da-imprensa.
Até o momento, o Observatório arrecadou pouco mais de 10% da meta de R$ 250 mil, na campanha a ser encerrada no início de outubro. Outras fontes de receita estão sendo aventadas, como fundações filantrópicas

Nenhum comentário: