segunda-feira, 23 de maio de 2016

CRISE. Jornal deixa de circular após nove semanas de vida

A crise do impresso é uma realidade. Todo santo dia tem-se notícia de jornal que está com os dias contados. Mas nada tão impactante quanto o caso do britânico The New Day. Ele começou a circular no último dia 29 de fevereiro no Reino Unido. 

O projeto do grupo Trinity Mirror, que ofertava nas bancas o jornal a um preço de 32 cêntimos de euro, deixa de ser editado depois de apenas nove semanas da vida. 

O periódico não contava com respaldo de edição digital. Surgiu num país onde diários veteranos como The Independent já deixaram o suporte clássico para adaptar-se a era digital. O jornal buscava atrair um publico leitor jovem para fazer frente ao The Sun e ao The Guardian. 
VIA: 360 Grados

Nenhum comentário: