sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

RÁDIO. O som popular que sumiu dos bares e restaurantes

De primeiro, era comum ouvir-se rádio tocando música dentro de loja, em barzinho, em restaurante ou mesmo em quiosque de venda de comestíveis. Hoje em dia, isso ficou cada vez mais raro. Sabe porquê? A cobrança feita - com maior intensidade há 18 anos - dos direitos autorais feita pelo ECAD-Escritório Central de Arrecadação e Distribuição. A regra exime as emissoras que só transmitem notícias.
Somos favoráveis ao cumprimento da lei 9.610que cobra taxa de estabelecimentos que usem aparelhos de rádio. Dela, vivem os autores de música. Mas o valor dessa cobrança, levando em conta a metragem da construção, forçou muitos proprietários a dispensarem o uso da música. Com isso, o rádio saiu de cena. Sumiu. E o meio radiofônico perdeu uma de suas maiores fontes de divulgação. 

Uma pergunta, porém, não quer calar: e quem transmite música ambiente está sujeito a essa cobrança? E os aparelhos de tv instalados em ambientes públicos comerciais também estão inseridos na lei. 

Nenhum comentário: