quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

JORNALISMO. Tribuna desculpa-se por tomar partido


O portal Tribuna do Ceará (Grupo Jangadeiro) considera que errou ao noticiar o acidente com a jornalista Kelly Hekally "em que responsabilizou a atitude da ciclista pelo atropelamento, eximindo de culpa o motorista de um ônibus". Desde ontem, o portal configura em sua homepage uma nota com o título "Erramos", na qual reconhece o equívoco, considerando que "ao jornalismo cabe retratar e não julgar". 

"O Tribuna do Ceará entende que a fé pública garante o direito ao relato sobre um acontecido baseado num vídeo que não teve a liberação para ser exibido. Afinal, um dos papéis do jornalismo é relatar aquilo que se vê. Mas é justo aí onde se encerra o limite de nossa atuação.
No intuito de sinalizar, a partir do vídeo, que o motorista não deveria ser condenado previamente por atropelamento intencional, a leitura excedeu o tom da razoabilidade ao transferir culpa. No caso específico, cabe a sociedade aguardar o laudo pericial para saber quem tem a razão.
Tribuna do Ceará seguirá sua cobertura sobre a revolução urbana movida a duas rodas em Fortaleza. E prega que somente com uma postura de trégua entre ambos os lados – motoristas e ciclistas –, e não de guerra, a convivência entre os modais de transporte será um dia harmoniosa".

Nenhum comentário: