segunda-feira, 24 de agosto de 2015

SHOW. Cantor deixa de ir a show e público fica no prejuízo


A pessoa compra um ingresso para o show com determinado artista e, na hora, o cantor falha. Colocam outro em seu lugar. "Arnaldo, tá certo isso?", indagaria quem ficou no prejuízo. Não está e, em casos assim, o bom é provocar o Procon. 

O caso em questão aconteceu de verdade, no fim de semana. O cantor Mc Gui estava anunciado para as cidades de Itarema e Acaraú. O público foi, lotou o local e, na hora do pega pra cantar, o piloto - digo, o cantor sumiu. 

Os fãs, evidentemente, ficaram p da vida. O cantor, por seu turno, defendeu-se acusando descumprimento de cláusulas contratuais. A quem cabe a carapuça? No produtor responsável, Gutemberg Magalhães. Ele nega problemas de contrato. Choraminga que ficou no prejuízo. Agora o 'din-din' que o pessoal pagou não foi devolvido, sob a desculpa de que 'the show must go on' (o show deve continuar), arranjaram um funkeiro qualquer e a balada rolou. 

Arnaldo, tá certo isso?

Nenhum comentário: