sábado, 13 de junho de 2015

CD. Disco antológico de Rogério Duprat soa decepcionante



Dou de cara, em um sebo da cidade, com o CD "A Banda Tropicalista do Duprat", álbum fonográfico de 1968 que, tinha ouvido falar muito, mas nunca ouvido. Rogério Duprat (1932-2006) foi o maestro mentor dos arranjos do tropicalismo de Caetano e Gil - além de ter sido o arquiteto e engenheiro arranjador de 'Construção' do Chico Buarque. Peguei, comprei e fui ouvir. Decepção!

Se era revolucionário em 1968, hoje em dia ele revela completamente datado, com terríveis naipes de metais, que se fossem para cumprir o espírito panfletário do movimento baiano, até se entenderia. Mas, descubro agora que até o próprio maestro amaldiçoou o disco, com um repertório sem nenhum toque da genialidade demonstrada em 'Panis et Circenses'. 

Ao reunir músicas como 'Judy in disguise', Summer Rain e Honey - sucessos da época -, a impressão que se tem é que o disco já saiu envelhecido. Tem alguns toques interessantes como 'Canção para Inglês ver', 'Cinderela Rockfella' e 'Lady Madonna', onde a presença dos Mutantes se sobressai. Ainda assim, faltou o espírito provocativo do maestro Duprat. No disco, ele soa mais como um velho 'band leader' cansado do que fez. 

Nenhum comentário: