domingo, 27 de outubro de 2013

ENEM. Erro de grafia com explicação insólita

.
Ao invés de polêmicas, o ENEM 2013 está provocando perplexidade com um dos erros graves ocorridos na prova. Deixo com Eliomar de Lima os detalhes da história: 



"Vários internautas usaram as redes sociais para criticar uma charge na prova do Enem, de autoria de Théo, na provas desse sábado (26), em que o então presidente Juscelino Kubitschek conversa com o caipira Jeca. Na charge, do ano de 1971, o presidente destaca que o caipira poderá trafegar por estradas brasileiras com gasolina brasileira, mas o caipira prefere feijão brasileiro.

O problema é que o Enem colocou gasolina com “z”. Diante da má repercussão do erro, o instituto responsável pela elaboração da prova alegou direitos autorais, pois na época da criação da charge, gasolina se escrevia com “z”. 

A polêmica ganhou proporções entre os internautas porque a escrita “gazolina” em nenhum momento foi explorada nas questões da prova, o que seria dispensável o “emprego original”.

O Blog pesquisou outros vestibulares e constatou que em 2003 a Universidade Estadual do Rio de Janeiro empregou a mesma charge, mas com a grafia correta para a época atual. Confira:




Um comentário:

Anônimo disse...

A segunda desculpa vai ser: culpa do teclado.