segunda-feira, 18 de abril de 2016

RÁDIO. Como o 'sem fio' pode disputar com a tevê ao vivo


Um salve para o rádio. O rádio brasileiro. Ontem, durante o dia em que a TV mais ligou os brasileiros em torno de um só tema - o da votação do 'impeachment' do governo Dilma -, o rádio disputou com a tevê a legitimidade de pluralizar a informação, sem risco de que pudesse se intimidar com o som e a imagem de sua concorrente. Mais um vez, aqueles que puderam acompanhar o trabalho das equipes de jornalistas que atuam no 'sem fio', puderam confirmar como é possível disputar com a tv ao vivo. E cumprir bem seu desiderato. 

P.S.: eu poderia me deter apenas ao bom trabalho da emissora a qual estou ligado, a FM 101,7 Tribuna Band News FM - que foi muito bom, diga de passagem -, mas não. Falo desse veículo espetacular que tanto admiro e que, sempre confirma a certeza, quanto mais o tempo passa, ele se renova. E avança. 

FALANDO NISSO

É do ouvinte Aroldo Martins o seguinte desabafo: "Olá Nonato, falando no tema sobre rádio, gostaria de dar uma opinião sobre uma emissora aqui do nosso estado que passa por sérios problemas depois de ter sido assumida a administração por um grupo religioso. Falo da Rádio Dragão do Mar que, desde então, vive saindo do ar, com falhas na transmissão, além de estar com uma qualidade de áudio muito inferior das outras emissoras do mesmo dial. Não sou ouvinte desta rádio, mas de tanto ouvir comentários negativos acerca desta realidade, passei a ouvir por alguns dias e constatei tal veracidade dos fatos. Aí nos vem a indagação: como os patrocinadores da referida emissora conseguem divulgar os seus produtos se a mesma vive saindo do ar? Agradeço o espaço e aproveito a oportunidade para elogiar o seu maravilhoso trabalho. Parabéns".

Nenhum comentário: