quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

A circulação de jornais aumenta 5% no Brasil


Em tempos de crise, nada melhor: a circulação média diária de jornais no Brasil no ano passado cresceu 5% na comparação com 2007, de 4,14 milhões de exemplares para 4,35 milhões de exemplares, segundo o IVC (Instituto Verificador de Circulação), empresa que audita a circulação de jornais no país.

O crescimento nas vendas de jornais em 2007 e 2006 havia sido de 11,8% e 6,5%, respectivamente. Apesar de a expansão em 2008 ser menor que a dos últimos dois anos, o crescimento do mercado de jornais no Brasil tem sido maior do que a média mundial -a circulação média diária no mundo subiu 2,57% em 2007, segundo a Associação Mundial de Jornais.

Entre os principais jornais do país, a Folha registrou maior crescimento na comparação com todos os seus concorrentes diretos.

A circulação média diária da Folha cresceu 2,87% no ano passado sobre 2007. A circulação de "O Estado de S. Paulo" subiu 1,82%, e a de "O Globo", 0,38%, de acordo com o IVC.

Na categoria de jornais populares, o mineiro "Super Notícia", que custa R$ 0,25, obteve expansão de 27,02% em relação a 2007. O jornal "Agora São Paulo", do Grupo Folha, registrou crescimento de 0,17% no período e continua, em sua categoria, líder em circulação média diária (83.400 exemplares no ano passado) em relação aos principais concorrentes paulistas. O "Diário de S. Paulo" registrou queda de 3,41% na circulação em 2008, que recuou para 70.009 exemplares.

Fonte: FOLHA

Nenhum comentário: