quinta-feira, 23 de novembro de 2017

TV. A grosseria do médico que mandou repórter à merda



Sandra Annenberg reagiu com espanto ao ouvir um médico mandar um repórter da Globo "comer merda" no "Jornal Hoje" desta quarta (22). O oftalmologista Júlio César Leão, dono de uma clínica em Itumbiara (Goiás), ofendeu o jornalista Renner Feitoza sem saber que estava sendo filmado, após ser questionado quando iria operar uma paciente, cega de um olho, que espera pela cirurgia de catarata há um ano e meio.

"Que dia eu vou operar ela? O dia em que eu quiser! Vá comer merda!", xingou o médico ao jornalista, em reportagem feita pela TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás. Chocada, Sandra Annenberg perguntou para Dony de Nuccio: "Eu não ouvi o que eu ouvi, ouvi?". Em seguida, leu a resposta do oftalmologista, em tom de ironia: "Por telefone, o médico Júlio César Leão negou que tenha dito o que a gente acabou de ouvir, mas você ouviu também, né, Dony? Em entrevista à TV Anhanguera, hoje de manhã, ele acabou confirmando que disse isso mesmo que a gente ouviu."

Dony completou a resposta do médico, também repreendendo o xingamento: "Ele disse que se arrependeu e que vai operar a dona Cirene na semana que vem, se ela puder. Tomara que seja um arrependimento genuíno, e não decorrente da exposição que o caso ganhou"

FONTE: UOL

Um comentário:

David disse...

Devemos notar a deficiência do serviço publico, colocar uma paciente + um ano para uma simples cirurgia de catarata.
Faltou uma orientação para paciente procurar Ministério Público Federal.
Oftalmologista Júlio César Leão, dono de uma clínica em Itumbiara (Goiás),deve prestar serviços aos SUS e a burocracia impede atendimento rápido.
Meu caso resolvi através da competência do Ministério Público Federal, estava esperando pela autorização do SUS + 01 ano e em 2016 a cirurgia foi autorizada pelo Ministério Público Federal.
Mas o tratamento ao o jornalista Renner Feitoza foi totalmente esquisito.