quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

TV. Empresa proíbe expressões com medo de terrrorismo



Sabe a Al Jazeera, aquela rede árabe de comunicação? A política editorial da empresa estabeleceu em memorando a todo o pessoal a restrição do uso de algumas expressões. Carlos Van Meek distribuiu terça-feira um memorando, proibind o uso de 'extremistas' e 'islâmica'. Os jornalistas podem até usar 'terrorista'', mas jamais de forma a adjetivá-lo com 'islâmico'. 'Militante' pode; mas é a mais indicada é trocar essa palavra por 'guerrilheiro'. Medo. Do Estado Islâmico.

Via Poynter

Nenhum comentário: