sábado, 21 de dezembro de 2013

NOMES. Morre Cesar Augusto, o diretor U/B

.
Depois de meses enfrentando uma grave doença, provocada pelo uso do cigarro, quem se foi hoje foi o nosso César Augusto, um dos mais competentes editores de vídeo da televisão cearense. Durante muito tempo ele foi editor e diretor de imagens de programas como "Botando Boneco", da TV Jangadeiro, onde tinha o hábito de acrescentar ao seu nome a inscrição U/B, iniciais de seu sobrenome Uchoa Batista, mas que ele brincava dizendo ser 'o  bom'.

Antes disso, eu vim saber que César trabalhara em agências de publicidade, tendo sido sócio de uma delas até que se bandeou para a televisão. Era uma figura muito querida pelos companheiros de atividade e sua passagem é lamentada por antigos profissionais com quem compartilhou trabalhos, como a jornalista Ana Vila Real, que ao saber da morte física do César escreveu no Facebook: "Ow meu Deus!!!! O César.... grande profissional e amigo! Que tristeza". 

Seu corpo está sendo velado na Funerária Alvorada, que fica ali próximo ao polo esportivo de Parangaba e o sepultamento será amanhã às 10 horas, no Parque da Saudade. 

Vibrações de paz para o seu espírito, é o desejo nosso. .

6 comentários:

Anônimo disse...

O Cezinha Nonato, dirigiu o X do Vestibular quando eu apresentei na Jangadeiro. Era um querido. Paz!!!!! Ian Gomes

Anônimo disse...

ELE FICARA MARCADO NA NOSSA VIDA COMO GRANDE PROFESSOR DE TELEVISÃO. PAZ E VIDA ETERNA


ORLANDO MENDES

Anônimo disse...

Que Deus o receba com a alegria que ele recebia os amigos. Que pena!
Rosa Muniz

Anônimo disse...

Um verdadeiro contador de histórias e estórias... Era um profissional e tanto, mas tinha a humildade de descobrir novos talentos, ajudar as pessoas... Um professor.
Aloísio Blau

Anônimo disse...

Era aquele que se fazia chamar Augusto bonequeiro? poxa vida,esses profissionais do humor nem imaginam o contributo que dao td dia para as pessoas ( como eu) depressas. Paz e conforto para a familia muita luz para seu espirito..

Anônimo disse...

Eu queria aproveitar este espaço para expressar o meu maior sentimento de tristeza e saudade. Cesar foi o meu tio mais evoluido... não só por sua incontestavel inteligencia, mas por ter atravessado uma infancia pobre e ter sempre a certeza que se podia ir mais longe... Em 1987, ele me deu o meu primeiro emprego. Puxa! Como foi importante pra mim trabalhar aos 13 anos de idade...e a parte disso tudo, se fez instalar na minha cabeça pré adolescente, uma figura paterna presente que me fazia feliz.
Os anos se passaram e hoje eu tenho esposa, filho e uma neta... a qual levei na casa dele no ultimo novembro deste. Foi a nossa despedida... ele mesmo doente se fazia vaidoso pra aparecer na foto sem mostrar o lado da lesão que o acometeu... Va com Deus "tio Duto" ... Voce será pra sempre inesquecivel... obrigado por tudo !!!

Péricles Amorim