terça-feira, 31 de maio de 2011

HQs. Federal investiga furto de revistas

Sumiram edições do primeiro quadrinho nacional



Um velho ditado assegura que 'brasileiro só fecha a porta depois de roubado'. A Biblioteca Nacional do Rio levou um ano para fechar a conta do prejuízo com o furto das edições de estreia da primeira revista em quadrinhos que circulou no Brasil.

Eram dois exemplares de "O Tico-Tico", publicados em 1905, cujo sumiço está sendo investigado pela Polícia Federal. A coisa aconteceu em maio de 2010, mas só ontem foi revelada a imprensa. Dizem que foi a própria Polícia que orientou a calar o bico.

A informação da Folha cita que a revista circulou semanalmente entre 1905 e 1957, quando passou a ter edições especiais até 1977. A publicação apresentou para as crianças no Brasil personagens como Mickey Mouse, Popeye e Gato Félix.

Incrível é que prenderam o ladrão, mas em um ano de investigação não se sabe o destino das 'Tico-Tico'.

Nenhum comentário: