sexta-feira, 26 de novembro de 2010

GUERRA NO RIO. Cobertura amplia audiência

Da coluna de Nélson de Sá na Folha



"Como na cobertura histórica que estabeleceu a emissora no Rio, na enchente de 1966 , a Globo abriu suas câmeras ontem para a operação na favela de Vila Cruzeiro, com dois helicópteros, no final da manhã. Atravessou "RJTV" e "Hoje" e avançou até o fim da tarde, sem trégua. Segundo o Blue Bus, a audiência no final era 50% superior à habitual.

A Record também entrou com suas imagens de um helicóptero. E os portais de ambas passaram a linkar, via canais de notícias, nas manchetes. O auge na transmissão aconteceu com a expulsão das gangues para o Complexo do Alemão.

Na descrição global, "dezenas, como se fossem soldados mesmo". Fim do dia, a Folha.com postou que o perfil oficial do Bope no Twitter havia questionado as TVs pelas imagens dos helicópteros: "Um desserviço prestado pelas aeronaves da Record e da Globo".

Nenhum comentário: