quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Marketing. De repente, não mais q de repente


... aparece um comercial daquele grupo farmacêutico dizendo que "a Justiça liberou" e, por isso, ela está remarcando remédios em até 30, 50 e 60 por cento.

E não foi ela mesma que entrou com ação contra a sua concorrente paulista?

Entregou os pontos?

Nenhum comentário: