sábado, 13 de outubro de 2018

FICÇÃO/REALIDADE. A vida imita a arte 200 anos depois





Uma pintura de Géricault, concluída em 1819, quando ele tinha apenas 27 anos de idade e expôs no Salão de Paris com o título “A cena de um naufrágio”, parece profetizar um evento que tem ocorrido com as imigrações do povo da Síria. 

Na época que o quadro foi pintado, ninguém tinha ideia de que isso era uma cena de qualquer coisa, exceto a jangada da Medusa. A pintura até retrata Henri Savigny, o cirurgião do navio (de pé junto à vela na pintura), que escreveu o testemunho que escandalizou a França. Ele posou na balsa reconstruída no estúdio de Géricault.

Duzentos anos depois, eis que uma foto capta um instante da fuga de sírios e é incrível a semelhança com a imagem pintada por Géricault.

Nenhum comentário: