terça-feira, 18 de julho de 2017

RÁDIO. Mudanças no AM tiram do ar profissionais do esporte

Depois que noticiamos a retomada do controle da Rádio Cidade AM pelo grupo do empresário Miguel Dias, as informações que nos chegam traduzem um ambiente de preocupação sobre o futuro dessa emissora AM. 

Nas redes sociais, companheiros ligados ao 'sem fio', demonstram inquietação com relação ao desmonte da grade esportiva da emissora  -  "profissionais do mais alto gabarito, dentre eles os componentes da Seleção Titular do Rádio, tão bem comandada pelo competente Flávio Moreira.- e "grande parte da programação da tradicional Cidade AM 860" que foi suspensa, segundo Nodge Nogueira. 

ALÔ CIDADE!!!
Na manhã dessa segunda feira (17) fomos tomados de surpresa com uma triste informação. Tal noticia dava conta de que grande parte da programação da tradicional Cidade AM 860 estava suspensa. Tirando do ar subitamente profissionais do mais alto gabarito, dentre eles os componentes da SELEÇÃO TITULAR DO RÁDIO, tão bem comandada pelo competente Flávio Moreira.
Desde então um clima de incertezas e desolação passou a rondar os corredores daquela emissora. Não nos cabe aqui questionar o que levou o comando da empresa a tomar medida tão radical, até porque não conhecemos os motivos. Porém pelo conhecimento que tenho dos profissionais daquela equipe da qual fiz parte, só nos resta lamentar o fato e prestar nossa solidariedade a todos, sem distinção, ao tempo em que oramos para que o Criador ilumine os dirigente do Grupo Cidade, e que os ajustes que julgam necessários não venham a prejudicar pessoas que por tanto tempo se dedicaram ao difícil mister de fazer Rádio AM em nosso Estado. Não esquecendo que o esforço e a dedicação deles, levaram o nome daquela rádio a figurar entre as mais populares nas pesquisas, especialmente no futebol.
Paralelo a isso esperamos que as entidades representativas da categoria estejam atentas a todo esse processo de transição da nossa querida Radio Cidade AM 860. BOA SORTE, AMIGOS!

Há quem considere que essas mudanças se devam à força das redes sociais interferindo na mídia rádio AM por não se integrar a um processo de reformulação, como ajuíza o jornalista Paulo Cézar Karan.

Mais uma papoca na área esportiva. Rádio Cidade: Crise ou não?Redes sociais acabando com tudo. Jornais na mira. Desatualizados 👎

Nenhum comentário: