quarta-feira, 11 de novembro de 2015

RÁDIO. A saída de Will Nogueira da 93 é a bomba do dia


Notícia bomba do dia: Will Nogueira não pertence mais ao Sistema Verdes Mares. Ele deixou a coordenação da 93 FM. As informações de bastidores indicam que está em vias de acontecer uma série de mudanças no dial da emissora, muito embora em sua página no Facebook ele tenha dado a versão de que estaria deixando por conta de aposentadoria. Will passou exatos 34 anos como integrante do grupo. 

8 comentários:

Anônimo disse...

A audiência da rádio já não é a mesma e já estava precisando de reformulação há muito tempo

Marcos Leite disse...

Realmente uma bomba! A presença dele na 93 pra mim é comparável aquelas coisas imutáveis como Cid Moreira no JN, o Boni na Globo e o Nonato no Barra. É uma daquelas pessoas que se confundem com a história da emissora. Grande reviravolta mesmo. Pra vc ter uma ideia escuto a 93 desde o tempo que o Informassom tocava MPB e a abertura do Inconcert ainda era com a famosa voz daquele comunicador de Acopiara. Esse 2015 tem sido um ano cheio de surpresas desagradáveis. Primeiro Ruy Lima sai do ar, morre o Pássaro da Madrugada e agora isso. Esse homem fez muito pelo rádio local, acredito que ele foi ousado quando na década de 80 resolveu trazer a chamada música popular para o dial fm, até então muito elitizado. A impressão que tinha era que a 93 era a única que realmente fazia jus a um de seus antigos slogans que marcou época: pouco papo e só sucesso! Sabia escolher as melhores vozes como a do inesquecível Cid Monteiro, que apresentava o Forrozão de forma solene, aliás era uma coisa que eu gostava naquela época: música popular, locução solene e clássica e sem apelos. Vinhetas com excelente qualidade e constantemente renovadas por completo, não somente algumas... O melhor som, programação bem ajustada. E vale ressaltar ainda a inovação daquele carnaval com 120 horas sem intervalo que fazia eco pelo litoral.A transmissão ao vivo do forró no sábado a noite - algo inédito - quando o normal era tocar apenas musica do tempo da discoteca enquanto o povo se divertia mesmo era com as nascentes bandas locais e que só tinham espaço nas fitas gravadas durante a festa e que eram copiadas a rodo para depois serem tocadas nos antigos tocafitas bosch e amplicadas pelos amplificadores tojo. Com a 93 até quem não tinha carro agora podia fazer a festa aumentado o volume de sua 3 em 1, claro depois de gravar os 60 minutos de música do inconcert com as lambadas dançantes do beto barbosa. O paradão 93 de sábado, o Estereo Show romantico da Samanta, o som do rei quando era só música sem papo, o Studio 93 e com Bidu Kawasaki, onde ouvi pela primeira vez Exagerado de Cazuza com o Bidu dizendo: "pode deixar Cazuza que a gente toca sua música". E depois o Só Flash que aos sábados fazia especial com artistas como Elis, o Maximusic com Marco Antônio Junior no domingo a tarde... Mas infelizmente nada é para sempre e de uns tempos pra cá a rádio tomou outros rumos...Mas o que fica é a lembrança e certeza de que Will Nogueira representa o criador do Padrão 93 de qualidade copiado por muitos e aprovados por todos. Valeu Will!

Anônimo disse...

E vem mais por aí. O gerente comercial, Edson, tb foi.

Marcos Costa disse...

The winds of changing!

Fortaleza disse...

Bela narrativa. Comecei no Rádio após o Concurso Jovem Locutor 93. Foi Will Nogueira quem me selecionou, lá estagiei e pela verdes mares fiz o curso de radialista. Grande Will Nogueira.

Unknown disse...

Alguém sabe onde está Cid Monteiro do antigo Forrozão 93?

Unknown disse...

Perda irreparável

Unknown disse...

Inconcert não é mais o mesmo!