quinta-feira, 16 de julho de 2015

RÁDIO. A sua emissora chegou ao 1º lugar. E agora?

Texto de Gabriel Passajou.

- Sua rádio foi para primeiro lugar? Assim? Do nada?
- Bom, na verdade nunca é “do nada”. O acaso no rádio não existe.
- Mas pode acontecer que o primeiro lugar caia no seu colo. É raro, mas possível e os motivos são variados.
- A “culpa” pode ser sua, da concorrência ou dos dois.
- Alguma mudança artística ou técnica sua ou dos competidores? Não cabe discutir isso aqui.
- De qualquer forma: PARABÉNS! Aproveite o passeio! Agora você está na pole position!
- Mas como não existe almoço grátis. O primeiro lugar implica uma série de requisitos e responsabilidades.
- Quem está no topo trabalha muito mais! A carga é pesada e não tem como ser diferente.
- Seus dias de tranquilidade acabaram. Todos querem ser você!
- A pressão para manter o resultado é muito maior do que é exigido para chegar lá.
- Aqui estão algumas ações que podem manter você como líder.
01) Novo planejamento de marketing.
- Divulgar o primeiro lugar é essencial.
- Isso implica em aumento de gastos como outdoors, busdoors, jornais, revistas, mídias externas, etc.
- Sim, esses custos aumentam. E muitas vezes eles nem existiam antes!
- Porque? O mercado e sobretudo os ouvintes precisam saber que agora você está no topo.
- Inclusive os ouvintes de outras rádios.
- Não adianta só uma chamadinha alardeando o primeiro lugar. Isso é o básico.
- É o momento para divulgar a sua marca e seu conceito e com isso atrair potenciais ouvintes e clientes.
02) Novo planejamento promocional.
- É necessário igualmente um incremento nos prêmios.
- É importante marcar que uma nova fase chegou e colocar explicitamente que o ouvinte vai ser beneficiado.
- É um reconhecimento pela sua lealdade.
- E nada melhor que comemorar esse evento com um upgrade nos brindes da emissora.
- É óbvio que a emissora deve se preparar para uma reação da concorrente.
- Aliás, geralmente o primeiro ataque do outro lado é justamente nesse quesito.
- Se existir a possibilidade, um show com um grande artista também é muito bem-vindo!
03) Novos investimentos.
- Sua unidade móvel é velha? Sua mesa de mixagem é do tempo do rádio à válvula? Seus computadores estão em petição de miséria?
- Essa é a hora de fazer compras importantes, arrumar o que quebrou, renovar o antigo.
- Dar as ferramentas  ideais aos seus funcionários para que o resultado se mantenha.
- Perguntar “Como podemos melhorar suas condições de trabalho?”
- O dono da rádio vai estar bem mais feliz e talvez esteja “mão aberta”? Torço por você!
- Às vezes, nem é necessário grandes somas de dinheiro e sim uma melhor organização dos recursos.
04) Novos incentivos.
- Precisa dizer quem te ajudou a conquistar essa posição?
- Sua equipe de trabalho!
- Locutores, sonoplastas e telefonistas. Cada um tem a sua cota.
- Lembro que muitas rádios adoram ressaltar os defeitos e nunca reconhecer as qualidades de seus profissionais.
- O maior erro é esquecê-los nessa hora. O sucesso é de todos.
- Motivá-los verdadeiramente, inclusive financeiramente vai fazê-los vestir a camisa da emissora como nunca!
- Aproveite esse momento para mudar paradigmas, renovar o espírito de luta e união da equipe.
- Uma rádio, mais do que qualquer outro negócio, se faz com pessoas.
- Se o administrador souber transformar um primeiro lugar em uma virada na cultura empresarial da rádio, grandes possibilidades podem nascer.
- Inclusive a manutenção do pódio da audiência e por consequência, novas conquistas e mais clientes.
- Ah! Sua emissora chegou em primeiro e você não fez nada para mantê-la nessa posição?
- Aguarde, pois ser engolido pela concorrência é questão de tempo…

Nenhum comentário: