quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

CHARGES. 'Beijo' entre diretores de futebol causa fúria




Jogadores se beijando não é normal no futebol. Diretores, pior ainda. Mas o chargista paulistano Diogo Salles retratou os presidentes do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e do Palmeiras, Paulo Nobre, trocando um beijo, em pose que lembra - e homenageia - a charge do satírico Charlie Hebdo. A publicação francesa, todo mundo sabe o que sofreu. Aqui, causou o maior furor.

Publicada no SPFCharges, que Diogo publica no ESPN FC, a charge mexe com um dos tabus brasileiros, a homossexualidade e provocou reações. Houve um ataque pela internet dos torcedores do Palmeiras. O autor sofreu ameças e pedidos para que não mexesse com isso.  

Liberdade de expressão, evidentemente, tem limites.

Nenhum comentário: