quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

CHARGES. A dor do humor de Clayton sobre o atentado


Tão logo soube do atentado ao semanário Charlie Hebdo, veio-me à mente o nome do chargista cearense Clayton, de O Povo. Fiquei a imaginar como ele faria referências ao fato. Hoje, na edição do jornal, Clayton superou-se. Parabéns!

Nenhum comentário: