quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

NOMES. Morre no RS, o narrador e dulador Jorgeh Ramos


Quem morreu em Porto Alegre-RS, aos 73 anos, foi o ator e dublador Jorgeh Ramos, que deu voz a personagens como Jafar, de "Aladdin", e Scar, de "O Rei Leão". Ele, também, foi o dono da voz de vários 'traillers' de filmes nacionais e internacionais. 

Saiba mais AQUI

Um comentário:

Eduardo Valente disse...

Não lembro se já havia contado isso aqui mas lá vai outra vez (direto do Facebook, ctrl+c/ctrl+v):

"Eu tive o prazer de conhecer esse profissional em plena ação. Junto com os amigos Michael e Érico vivemos uma tarde/noite que ficou marcada para sempre para nós que somos/fomos do meio. Ele estava de passagem por Fortaleza, curtindo uma temporada de férias com a família e foi incumbido pela Fox Filmes de gravar o comercial do filme "Contos proibidos do Marquês de Sade". Na época ele deve ter ligado para algumas emissoras questionando o tipo de equipamento que era usado em seus estúdios e, por sorte, numa dessas ligações, o pessoal do atendimento da emissora na qual eu trabalhava, me passou a chamada.

Lembro quando ele me perguntou "vocês usam microfone Neumann?" e de todo a expectativa que foi até termos a certeza de que se tratava mesmo do Jorgeh Ramos que todos os que são envolvidos com rádio sabem de quem se trata. Foi uma surpresa ainda maior quando fomos ao seu encontro no Hotel e lá reconhecer que se tratava de uma pessoa simples, hiper profissional e de certa forma, alheia a grandeza do impacto de seu trabalho junto aos profissionais da voz.

Passamos uma tarde/noite divertida, acompanhando e gravando todo o talento daquele profissional que interrompeu suas férias para honrar com um compromisso profissional mesmo longe de seus contatos. Eu tenho até hoje gravado todas as horas em que ele esteve conosco e nunca compartilhei esse conteúdo em respeito a ele e pelo uso indevido que tal material poderia ter nas mãos de emissoras e até de profissionais que copiam o seu estilo (e dos quais ele não gostava nem um pouco).

No final dessas horas em que ele ficou cercado por fãs, acredito que deixamos nele uma excelente impressão. Meses depois ele chegou a enviar a mim e ao "Sapão" uma mensagem de natal personalizada onde dizia os nossos nomes como forma de agradecimento pela forma com a qual nós o recebemos aqui.

Fique em paz Jorgeh e nunca esquecerei o "...esse microfone? Tem corte pra 50?"