quinta-feira, 30 de agosto de 2012

POLÍTICA. Com feições de editoria de Polícia

.
A Câmara Municipal de Fortaleza amanheceu nas manchetes de primeira página. Não por um motivo que honre os integrantes da casa, mas por uma situação que bem poderia ser pauta da editoria de Polícia e não Política. O bate-boca de gente descontrolada infringindo o decoro parlamentar.

O jornal O Povo resumiu numa infografia, a situação deplorável da sessão de ontem. O Diário do Nordeste  referiu-se à confusão.

Quem assistiu pela TV, muito embora com imagens e som deliberamente resguardados, deu para sentir que boa parte daquela gente não consegue conviver em regime da mais básica urbanidade. Agressões feitas à vereadora Toinha Rocha e ao vereador Plácido Filho receberam em troca uma verborragia que se nivela aos lugares mais baixos da sociedade humana. Triste quadro de uma casa que diz representar o povo.


Nenhum comentário: