quinta-feira, 12 de março de 2009

Uma voz silenciou desse lado de cá: Marlene


Esse é um post de saudades. De quem partiu para a dimensão da Luz, mas que já tinha a convicção de a Vida é plena. Contínua.

Deixou o planeta, Marlene Teixeira - prima de Humberto, o compositor da maioria dos sucessos de Gonzaga. Mas o que Marlene tinha de melhor, além de pessoa humana, era o jeito de fazer rádio.

Ela foi a primeira voz feminina da radiofonia de Iguatu. Tinha noção e 'timing' do que era o fazer rádio. Produtora, locutora e companheira de todo o pessoal que atuou na antiga Rádio Iracema de Iguatu, onde comecei a minha vida profissional.

Não seria demais dizer que Marlene me orientou muito sobre o gostar de rádio. O fazer rádio. Além da amizade que sempre nos uniu.

Um comentário:

Paulo disse...

Conheci Marlene,há alguns anos,quando,por dois meses,residi em Iguatu,por força de compromisso profissional.Figura afável,com uma consciência plena de sua importância na comunidade.Solidariedade à família.