domingo, 29 de março de 2009

Postagem de gratidão às vibrações de amor


Posto a partir do hospital. Agradeço a generosa emissão de energia em favor do meu pai Mário A solidariedade se faz presença através da família e dos amigos, mesmo aqueles que não o conhecendo mas vibram por ele.

Tenho que fazer um registro de gratidão aos doutores Wilson Meirelles e Karenina, do Hospital São Carlos, pelo profissionalismo e humanismo com que têm demonstrado no trato ao nosso pai. E ao corpo de enfermeiros e assistentes que, a todo instante, buscam minorar o seu drama, ligado principalmente ao consumo de cigarros no passado.

Por isso mesmo, faço questão de fazer desse 'post' um libelo em favor do não tabagismo, essa intolerável forma de agressão ao físico humano e que deixa deletérias marcas no psíquico de cada um... mesmo tempos depois de tê-la abandonada.

4 comentários:

Paulo disse...

Tens razão,Nonato.Estou pagando um alto preço,por ter "valorizado" o vício de fumar,por mais de 40 anos.Após ter perdido,praticamente,toda a voz,já consegui recuperar cerca de 40%.Porém,nunca mais a história será a mesma.Perder a voz,é o de menos,pior é ter a vida por um fio.

Janio Alcantara disse...

Querido Nonato,
Muito nos mobiliza, dentro do que vc postou, o carinho que vc tem pelo Seu Mário.
Estamos vibrando para que o melhor ocorra a ele e a todos da família.
Paz e Bem!

Anônimo disse...

"A vida é, precisamente, uma permanente despedida"...(Rubem Alves). Estou aqui, amigo! bj, Ian Gomes

Elita Correia disse...

Oh Nonato minha mãe há 5 meses fez uma mastectomia. E INFELIZMENTE, ainda não deixou o maldito hábito de fumar. Agora ela está bem, mas fico imaginando as consequências futuras do cigarro.
Quando a gente fala, ela briga com todo mundo!! Ela diz: "quando eu quiser, eu paro". Mas ela ainda não quis, depois de tudo que passou.