segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Casos de mensagem subliminar na propaganda


O assunto não é novo, mas vale a pena dar uma repassada nele. Falo das mensagens subliminares. Elas estão na propaganda e nos filmes e, muitas vezes, a gente nem consegue vê-las.

Uma das mais famosas é a palavra "sex" que aparece no filme "O Rei Leão", mas isso não quer dizer que seja a única mensagem subliminar no mundo do cinema ou inclusa na publicidade.

A seguir mostramos uma edição de vários comerciais, filmes, cartazes de propaganda onde vocês vão encontrar desde ligações fetichistas, muitas de conotação sexual e até um elo entre o logo da Volkswagen e o Nazismo, que particularmente achamos uma esticada danada de baladeira, muito embora a se saiba que um e outro se cruzaram nas origens.


Um comentário:

Anônimo disse...

Nonato,
satisfação em "falar" com vc.
não resisto responder ao vídeo sobre mensagens subliminares que meu filho encontro em seu blog.
primeiro, como colega de profissão, vejo que é importante não fugir ao debate sobre assuntos relacionados a comunicação de massa.
segundo, tbm é importante que nós, que possuimos já alguma experiência de vida e de profissão, tenhamos posição clara sobre fatos e mitos.
mitos, claro.
a mensagem subliminar é um deste mitos que cerca a publicidade e a comunicação.
ainda resiste porque a cada geração entra como a novidade recém redescoberta que foi calada por anos nas universidades.
é aí, onde encontra espaço no imaginário e na fantasia que ocupa o lugar da informação cientíca.
infelizmente aos olhos de nossos jovens estudantes, se torna algo assim como na lei da física em que dois corpos não podem ocupar ao mesmo tempo o mesmo lugar no espaço.
mas se escolhemos a vertente da razão e a ela nos entregamos, podemos ter uma postura clara e crítica.
no caso, a idéia da mensgem subliminar nos persegue como se fosse uma ousada percepção desde a magistral criação de Geobbs para sua imagem forte do 3 Reich.
surgiu como fato espantoso e novo qdo foi apresentada na revista Publish nos anos 50, com a apresentação de fotogramas sugerindo a compra de coca-cola e pipoca durante o intervalo de um filme. a farsa com pesquisa de mercado forjada precisou ser desmentida pouco tempo depois.
não há nada, não existe mensagens subliminares em publicidade.
pode haver sugestão, sutilieza, comparação, associação, etc.
mas a mensagem levada tão somente ao inconsciente é apenas um mito curioso do imaginário da área de comunicação social.
espero ter contribuido.
abç
Jorge Haas
publicitário.
RS/Brasil