segunda-feira, 3 de junho de 2019

NOMES. Perdas e sustos no mundo artístico brasileiro

Um fim de semana artístico de perdas. Só um jornal carioca, O DIA, registrou na primeira página a passagem de duas atrizes da Globo, do criador de jingles que elegeu Bolsonaro, a doença que internou Sheila Mello e o equívoco do grupo RPM anunciando a morte de seu baterista. Houve, também, a morte de Flora Diegues, atriz filha do cineasta Cacá Diegues. Estamos em junho, mas pelo andar da carruagem, com cara de agosto. 



Nenhum comentário: