quinta-feira, 21 de junho de 2018

TEVÊ. Antero Neto dá explicações sobre equipe na Rússia

Recebi do coordenador de Esportes da Verdes Mares, a explicação sobre as ocorrências no deslocamento da equipe na Rússia: 


Oi, Nonato! 


Aqui é o Antero Neto e peguei o seu contato com o meu Irmao. Espero não estar atrapalhando. Confesso que fui pego de surpresa hoje pela manhã quando me mandaram um link do seu Blog sobre as condições da nossa preparação e, também, da cobertura aqui na Rússia. 
De imediato já digo que as informações não procedem. Não sei quem foi sua fonte, mas ela está totalmente equivocada. Fiz questão de mandar essa mensagem pelo apreço, respeito e reconhecimento pelo profissional e, embora não o conheça pessoalmente, pela sua conduta fora das câmeras. Você sempre foi muito carinhoso comigo e com o meu irmão. Então, faço questão de apontar alguns esclarecimentos.
1) Estamos nos preparando para a Copa do Mundo há mais de um ano. E toda essa preparação, inclusive de logística, foi feita por mim. 
2) Com bastante antecedência sabíamos das nossas passagens aéreas. A empresa, inclusive, nos colocou num voo mais curto possível para que não houvesse desgaste. O nosso trecho foi Fortaleza —> Lisboa —> Moscou. O retorno será do mesmo modo.
3) A nossa equipe está dividida em duas “bases”: Moscou e Sóchi (local de preparação da seleção). Em Moscou, ficou definido que ficaríamos, por comodidade de localização em um apartamento. Lá seria a nossa moradia até o fim da Copa. Tivemos, sim, um problema com essa acomodação. No entanto, tivemos IMEDIATAMENTE o suporte da empresa. Não ficamos, em nenhum momento, desamparados. O que aconteceu foi: saímos de uma acomodação e fomos para outra, onde já estamos instalados e que atende a nossa necessidade de segurança, conforto e mobilidade. 
4) A logística, repito: que EU preparei contempla deslocamentos internos. E, todos eles, estão sendo feitos via aéreo. Uma decisão tomada para que não corrêssemos o risco de perder alguma atividade. O SVM, aliás, é um dos únicos veículos de comunicação que se desloca via aéreo aqui na Rússia. Há a possibilidade do Trem, porém mais demorado.

Por fim, sei que a mensagem está muito longa, gostaria de dizer que EU sou o responsável pela equipe aqui na Rússia e jamais colocaria os meus colegas em situações vexatórias. Tenho esse respaldo do Edson Queiroz Neto, Superintende do SVM. 

Me incomodei com a publicação pois atinge diretamente a mim e menospreza/diminui uma fato importante da nossa imprensa.

Sigo com muito apreço a sua pessoa. E eis A versão oficial. 

Antero Neto



2 comentários:

Anônimo disse...

É óbvio que uma resposta dessas viria... Mas, pelo que soube, a equipe foi despejada sim. Ou o que explica o tal do "problema" que tiveram? Estão querendo tapar o sol com a peneira...

Luís Henrique Dos Santos Cordeiro disse...

Tanta bobagem minha gente. Em todo lugar tem problemas.