quarta-feira, 2 de maio de 2018

NOMES. Violência de Fortaleza atinge humorista Fonsequinha

É incrível como a violência tem marcado a vida de Fortaleza. E quando ela atinge pessoas próximas de nossa relação, a gente sente e lamenta. Desta vez foi com o Fonseca Porto, o Fonsequinha, de aparições irreverentes na TV Jangadeiro, no programa da Maísa Vasconcelos e, depois, em apresentações de humor. 

Ultimamente, ele estava trabalhando como motorista da Uber. E, hoje, transportava um passageiro que foi o alvo de um atentado, sendo que um dos tiros acabou pegando Fonsequinha. O humor simples desse cearense que era exemplo de alegria e boa relação com todos foi interrompido e, certamente, sua morte não deve ficar impune. Obriga a todos nós, seus fãs e companheiros, a nos empenhar em fazer frente a uma campanha contra o mal que essa cidade sofre e que tem afligido a tantos com a falta de segurança. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Meu Deus Nonato! Que notícia triste! Uma tragédia! Eu lembro dele do Programa na Boca do Povo na década de 90 na Tv Jangadeiro. Ele também fazia aparições no Programa Botando Boneco do Seu Encrenca e da Dona Cremilda. Lamentável!