domingo, 23 de abril de 2017

CURIOSA. 13 sugestões para aqueles que falam em público

Quem precisa falar em público, muitas vezes, se ressente do temor de errar. Li num site dicas curiosas para quem durante sua fala, entrevista, palestra ou apresentação em público pode ocorrer algum tipo de imprevisto. Para amenizar uma situação constrangedora, você pode falar alguma coisa bem humorada e assim descontrair um pouco.



  1. Quando o microfone ou computador falhar; diga “eu não me dou muito bem com toda essa tecnologia” ou “minha sobrinha de 2 anos já troca de desenho no celular e eu não consigo fazer esse negócio funcionar.”
  2. Quando alguém espirrar ou tossir; diga “saúde! se precisar que alguma coisa só chamar.”
  3. Quando alguém rir sozinho ou alto demais; diga “tá tudo bem por aí?”. Se acontecer novamente; diga “alguém chame o Samu, por favor.”
  4. Quando o celular de alguém tocar; diga “se for pra mim, avise que estou ocupado” ou “bom, pelo menos o toque não é da Simone e Simaria.”
  5. Quando um barulho externo incomodar; diga “esquecemos de combinar os efeitos sonoros com o pessoal lá de fora.”
  6. Quando um barulho interno inesperado acontecer; diga “isso se chama efeito surpresa, incluímos isso para apresentação não cair na monotonia.”
  7. Quando alguém derrubar um copo de água; diga “se não estiver com sede, pode devolver, não precisa jogar fora.”
  8. Quando alguém tropeçar; diga “isto foi tudo ensaiado.”
  9. Se você errar um nome ou pronúncia, e alguém corrigir; diga “eu sabia, só estava vendo se vocês estavam prestando atenção mesmo.”
  10. Quando não entrar o vídeo, som ou iluminação combinada; diga “o mais engraçado que no ensaio deu tudo certo.”
  11. Se der um branco; diga “onde mesmo que eu parei?” ou "bom, eu retorno esse assunto mais tarde."
  12. Quando acontecer algum outro tipo de erro; diga “não liga não pessoal, aqui é tudo meio louco.”
  13. Se o erro for recorrente; diga “vocês acham que vida de palestrante/orador/apresentador é fácil?” ou “bem que minha mãe avisou pra estudar medicina” ou ainda, se encaixar: “minha mãe falava estude, estude, eu entendi estúdio, estúdio, entrei na comunicação e vim parar aqui.”

Nenhum comentário: