segunda-feira, 27 de março de 2017

CINEMA. Vídeo vai chegar mais cedo ao consumidor

Até hoje, você leva um (certo) tempo para que as locadoras disponibilizem títulos que estão em cartaz nos cinemas. Mas, alegre-se! "Os estúdios de Hollywood planejam disponibilizar filmes ao público via serviços de vídeo on-demand 45 dias após a estreia nos cinemas". Está na Folha de SP, de hoje, reproduzindo notícia do jornal "The Wall Street Journal" de domingo (26).

É o seguinte: Hollywood quer conter a queda do faturamento provocada pela migração de parte dos espectadores a serviços de streaming, como a Netflix.

Pode ser, também, a tábua de salvação das locadoras que estão pela hora da morte, evitando transformarem-se, no que eu costumo chamar de cinetério. 

Nenhum comentário: