sexta-feira, 27 de maio de 2016

TELEVISÃO. Tiririca vai ao Jô e não fala de política

Tiririca foi ao Jô e, acreditem, não falou sobre Política. Tampouco deu margem ao apresentador de falar disso. Pelo relato da UOL é possível se ter ideia de como foi a entrevista do deputado por São Paulo Wilson Filho, ou melhor, o humorista cearense Tiririca. 

"Quem achou que iria ver Tiririca falando bastante sobre política no "Programa do Jô" desta quinta-feira (26) se enganou. Antes mesmo de começar a ser entrevistado por Jô, o deputado federal (PR-SP) começou a contar uma história engraçada de quando era jovem e foi ironizado pelo apresentador.


"E eu que pensava que a primeira pergunta seria sobre o que você está achando da situação política do Brasil. Que ideia a minha", disse Jô ao ver que Tiririca estava se prolongando na história. "Jô, sinceramente, a política está do mesmo jeito que nós estamos vendo. Está feio", respondeu o deputado, arrancando risos da plateia.



Em seguida, Jô tentou retomar o assunto, mas Tiririca mudou de tema. "Jô, não quero te interromper, mas, já te interrompendo, quero dizer que estou muito feliz por estar com você aqui. A minha melhor entrevista foi com você em 1996", disse o deputado, que em seguida bebeu o copo de conhaque que pediu no começo do programa e começou a falar sobre como era sua vida no circo.



Quando decidiu falar sobre os projetos que está tocando na Câmara, Tiririca foi interrompido por Jô após dizer que já foi trapezista. "Não, trapezista você não foi trapezista. Eu sei tudo o que você foi. Você diz que você foi (trapezista) porque é bonito. Não minta aqui", disse o apresentador, que depois de alguns minutos revelou que estava apenas brincando com o deputado.



Aparentemente desconfortável com o rumo da entrevista, Jô encerrou a participação de Tiririca no programa rapidamente.



Nas redes sociais, Tiririca foi bastante criticado após sua participação no "Programa do Jô". Alguns internautas, inclusive, acusaram o deputado de estar alcoolizado durante a entrevista".

(UOL)

Um comentário:

Benedito Ap. da Silva (Benê) disse...

Assisti a entrevista em 1995 quando ri muito, mas nessa também achei ele bêbado ou tinha cheirado algo. Estava muito metido a esperto, à mandão como se estivesse na sua casa. Também gostei quando Jô encerrou a entrevista.