sexta-feira, 19 de junho de 2015

RÁDIO. Boechat solta um palavrão em resposta a pastor

Na manhã desta sexta-feira (19), o jornalista se defendeu das provocações do pastor, que o acusou de “falar asneira no programa de rádio”.  “Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia”, reagiu o apresentador. 

Em seu programa na rádio BandNews FM, o jornalista Ricardo Boechat respondeu, na manhã desta sexta-feira (19), a provocações feitas pelo pastor Silas Malafaia no Twitter. “Ô, Malafaia, vai procurar uma rola”, disse, durante a transmissão.
Mais cedo, Malafaia havia desafiado Boechat por meio da rede social a um “debate” para que ele “parasse de falar asneira”, chamando-o ainda de “falastrão”. Segundo o religioso, o jornalista teria dito, nesta semana, que pastores evangélicos “incitam fieis a praticar a intolerância”, em meio a comentário sobre o caso da menina de 11 anosapedrejada no Rio de Janeiro por vestir trajes do Candomblé.
Boechat, então, defendeu-se. “Ô, Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. E agora vai querer me processar pelo que eu acabei de falar, porque é isso que você faz. Você gosta muito de palanque, e eu não vou te dar palanque porque você é um otário”, afirmou.
A resposta do apresentador não parou por aí. “Em nenhum momento – é pegar as minhas falas que estão todas gravadas – eu disse qualquer coisa que generalizasse esse comentário. Até porque, diferente de você, não sou um idiota. Você é homofóbico, uma figura execrável, horrorosa, e que toma dinheiro das pessoas a partir da fé”, adicionou.
“Eu não sou rico porque tomei dinheiro das pessoas pregando salvação depois da morte. O meu salário, meus bens, meus patrimônios vieram do meu suor, não do suor alheio”, completou Boechat. “Você é um charlatão, cara, que usa o nome de deus, de cristo para tomar dinheiro de fieis. Você é tomador de grana, você e muito outros.”
Para finalizar, o âncora do Jornal da Band garantiu não temer represálias orquestradas por Malafaia. “Não tenho medo de você não, seu otário. Vai procurar uma rola, repetindo em português bem claro.

5 comentários:

Anônimo disse...

Postura totalmente inadequada do jornalista,demonstrando uma falta de respeito para com o ouvinte,haja vista que um erro não justifica o outro.

Francisco Carvalho disse...

Toma... Ainda vai seu charlatão.. kkkk. É assim que tem que ser resposta na cara, sem arrodeios..

Flavio Neilo disse...

Muito forte, mas são verdades. Porem sempre é lembrar que existem muitas mais coisas entre o céu e o mar que o nosso entendimento. Devemos observar com atenção e cuidado a ação de irmãos equivocados, não podemos alimentar o ódio.

Eduardo Valente disse...

Eu estava ouvindo o rádio, entendia o contexto das colocações e apoio incondicionalmente a postura de Boechat. Talvez o "rola" pudesse ter sido substituído por um "vá se lascar" mas foi o que veio a cabeça do jornalista - humano que é - no calor da emoção. É chegada a hora de analisar a "santificação" de alguns representantes de seitas, cultos e/ou religiões. É claro e notório que em várias delas o que de fato existe são bandidos travestidos de santos, que conseguem ludibriar a cabeça daqueles mais limitados em poder de julgamento...

Anônimo disse...

Ué, e o Jean Willys ainda não aproveitou para chamar o Boechat de homofóbico???