quarta-feira, 11 de março de 2015

NOMES. E lá se foi Maurício fotografar na dimensão-Luz


A fotografia cearense está mais pobre, sem a presença de Maurício Albano. Ele foi fotografar nas alturas, nas dimensões onde toda imagem é poesia e a bonomia que lhe foi peculiar na vida física, certamente, vai lhe render graças e bônus pelo trânsito feliz na Terra. Que os bons espíritos o recebam na dimensão da luz - a luz que ele tanto buscou captar com suas máquinas. Namastê!

O registro de O Povo: "Na manhã desta quarta-feira faleceu o fotógrafo cearense Maurício Albano,69. Conhecido pela arte que retratava as belezas naturais do Ceará, Maurício foi encontrado pelo neto, dentro do próprio carro, em casa. O velório acontece na residência da família, no bairro Lagoa Redonda, e o corpo será cremado amanhã. As cinzas serão jogadas no mar da Praia de Picos, em Icapuí, onde o artista desenvolvia projetos e pretendia morar". 

Nenhum comentário: