domingo, 7 de dezembro de 2014

CINEMA. Doris Day vive e tem fundação de defesa animal

Quem é da geração dos anos 50 e 60 deve ter assistido ou ouvido falar de Doris Day. Era uma espécie de Xuxa de Hollywood, que só fazia comédias água com açucar, que o marido produzia e com atores escolhidos a dedo - tipo Rock Hudson, Tony Randall, Rod Taylor. 

Hoje fui rever "A Espiã de Calcinhas de Renda", onde ela atua numa paródia a a 007, em plena era da Guerra Fria e onde descubro Danny de Vitto, mais novo - a cara do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Neste filme, inclusive, ela volta a cantar 'Que Sera Sera', sucesso do filme "O Homem que sabia demais", de Hitchcock. 

Vou pesquisar no Google para saber notícias de DD e fico sabendo que ela já chegou aos 90 e tem uma homepage onde fala sobre a sua Fundação Doris Day para Animais

Nenhum comentário: