quinta-feira, 16 de maio de 2013

NOMES. A 3ª morte de Picolina, agora fatal

.
Ela foi dada como morta  em duas vezes anteriores. Sumira de cena e inventaram o boato de que morrera. Ontem, no entanto, informaram que Picolina sumira. E que havia morrido. Desta vez, era verdade. 

Eu estava em Aquiraz, quando recebi telefonema de Paulo Diógenes. O humorista e político estava preocupado com os informes que corriam pelas redes sociais de que o humorista morrera. 

Liguei para a produção do Barra. Lucas Leite me confirma. E dá detalhes. O corpo do pequeno ator fora encontrado em sua residência na Barra do Ceará. Em estado de decomposição, diga-se de passagem. As primeiras informações da Polícia davam conta de que ele fora encontrado com uma corda de rede enrolada no pescoço e com ferimentos provocados por uma faca.
De qualquer forma, a morte desse menino de alma feminina junta-se a onda violenta que sacode a cidade. Picolina convivia com pessoas de todos os tipos. Jamais se soube que tivesse envolvimento com drogas. Foi vítima, possivelmente, de sua intensa capacidade de se afeiçoar a pessoas que nem conhecia, mas que se entregava - mais de corpo do que de alma - numa busca de prazer custasse o que custasse. 

Lembro-me de suas andanças pelos corredores da tv Jangadeiro. De sua preparação no camarim, montando seus personagens que o levaram até mesmo a desenvolver carreira em emissoras do sul. Tom Cavalcante deu a ele uma chance na paródia de "O Aprendiz". E, mesmo sem condições de até mesmo ler os textos - ele tinha enorme dificuldade para a leitura -, onde fosse que fosse, sempre deixava impressa a marca de alguém vocacionado a fazer rir e servir de riso a muitos pela sua própria excentridade. No entanto, havia algo que transparecia um ar de grande melancolia no olhar de Francisco Igor Albino Furtado, seu nome verdadeiro.

Picolina está morta. Não apenas o humor do Ceará perde um de seus nomes, mas a violência de sua morte está a exigir um trato investigativo para que se aponte os culpados. E que eles sejam punidos.

3 comentários:

Anônimo disse...

UMA GRANDE TRISTEZA AO SABER DA MORTE DESSE INCRIVEL SER HUMANO...AO FAZER OS OUTROS DAREM GARGALHADAS ELE ESCONDIA DENTRO DE SI A PROPRIA TRISTEZA..NA BUSCA INCANSAVEL DE AMAR E SER AMDO DO JEITO QUE ERA...TIVE A OPORTUNIDADE DE CONHECER ESSE PEQUENO SER HUMANO MAS GRANDIOSO NA SUA LUTA PELA BUSCA DA FELICIDADE..AGORA QUE DESCANSE EM PAZ..

Anônimo disse...

Lamentavel!isso qi aconteceu,vamos invertigar pra sabermos o qi realmente aconteceu. ;-(

Anônimo disse...

nao acredito que picolina se foi lembro me de ter conhecido a um ano atraz em um codimini.gente fina de bom coracao..realmente uma pena que alguns so descubriram o bom humorista depois de muito tarde....va em paz igor....eterna picolina.......