quinta-feira, 20 de setembro de 2012

RELIGIÃO. Jornal irrita seguidores de Maomé

.

Primeiro, o filme norte-americano satirizando o líder do islamismo. E os seguidores de Maomé contra-atacaram acendendo o fogo do fanatismo e provocando até a morte de um embaixador. O semanário humorístico Charlie Hebdo, um similar do nosso antigo Pasquim, resolveu discutir a questão dos 'intocáveis' - em relação a figuras que não podem ser citadas de forma nenhuma que logo geram turmultos. Por conta disso, a França está sob alerta. As embaixadas serão fechadas amanhã, sexta-feira, dia consagrado ao profeta e quando ocorrem as manifestações. Maomé aparece nu, em posição erótica.    

Nenhum comentário: