segunda-feira, 30 de julho de 2012

HUMOR. Corrente da sorte para jornalistas

Texto do Duda Rangel
A Venerável Olivetti Sagrada é uma espécie de símbolo da sorte para os jornalistas.

Compartilhe este post com o maior número de colegas da imprensa e você poderá ter em troca um puta aumento de salário, fama, prêmios, folgas, sexo e até mesmo um empregão com carteira assinada.

Atenção, isso não é uma brincadeira. Nem pense em quebrar a corrente. Ou poderá se dar muito mal.

***

Daniela Albuquerque, mesmo sem saber o significado de venerável, teve muita fé e enviou a imagem para 100 amigos. Hoje está casada com o patrão e apresenta um programa na TV.

O assessor de imprensa Hudson Carvalho mandou a corrente a todo mailing do Maxpress (mesmo desatualizado) e, no dia seguinte, emplacou uma matéria do cliente mais nada a ver da agência no Jornal Nacional.

José Luiz Datena enviou a Venerável Olivetti Sagrada para 50 mil pessoas e se tornou um dos raros jornalistas neste País a ganhar mais de um milhão de reais por mês.

William Bonner repassou a corrente para milhares de sobrinhos no Twitter e, uma semana depois, se “livrou” da mulher e ganhou como parceira de bancada a Patrícia Poeta.

***
No fim dos anos 90, Pedro Bial ignorou a imagem, preferindo enviar a amigos um poema de sua autoria. Há 12 anos é obrigado a interagir com subcelebridades do BBB.

Duda Rangel debochou da corrente, fez piada e recebeu sua punição: perdeu o emprego e a mulher. E o pior: tornou-se um jornalista blogueiro.

Fátima Bernardes não repassou a imagem da Venerável Olivetti Sagrada e hoje vê seu programa empatar em audiência com desenhos animados do SBT.

Renata Ceribelli deletou um e-mail com a corrente e, como maldição, recuperou os 11 quilos perdidos no Medida Certa, não cabendo mais em calça alguma.

Postado por Duda Rangel

Nenhum comentário: