quarta-feira, 27 de abril de 2011

LIVRO defende uso do mato como banheiro


Parece incrível mas é verdade: o livro 'Como cagar no mato', tradução de "How to shit on the woods", é um das obras consideradas bizarras e dificil de ser catalogada.

A autora defende o uso do mato como banheiro e, segundo leio, resolve as incógnitas que surgem quando alguém precisa aliviar-se sem perder o contato com a natureza. O capítulo dedicado a destinguir urtigas dos arbustos que podem ser usados como papel higiênico é pura poesia.

3 comentários:

Ismael Luiz disse...

As muriçocas irão fazer a festa!Êita!!

Paulo Gurgel disse...

Shit happens...
Ver a eca, digo, o eco desta postagem no EntreMentes.
um abraço, Nonato.

Fernando Veras disse...

Quem foi menino pobre sabe as delícias da liberdade de cagar no mato. Na falta da folha de mamona para limpar,alguns meninos desavisados usavam a folha de urtiga por engano. Aí a gritaria era geral...