domingo, 24 de março de 2019

RÁDIO. Dragão do Mar e AM DO POVO fazem aniversário

Esta segunda-feira, 25 de março, é aniversário de duas emissoras que marcam a história da radiofonia no Ceará. A Dragão do Mar e a AM DO POVO, transformadas atualmente em Shalom e Povo-CBN. Dois nomes precisam ser citados: o do empresário Moisés Pimentel e de Demócrito Dummar, responsáveis pela instalação das emissoras. 

A Dragão, inaugurada em 25 de março de 1958, enfrentou nos anos seguintes a terrível fase da ditadura militar e chegou a sofrer intervenção militar por difundir o ideal libertário de seus integrantes, sob a coordenação do jornalistra Blanchard Girão. 

A AM DO POVO chegava no dia 25 de março de 1982, sob a égide de renovar o que se fazia no "sem fio". Era "a companheira". 



A montagem da Rádio Dragão do Mar foi iniciada pelo Partido Social Democrata (PSD), que visava disputar as eleições gerais de 1958. O partido fazia grande oposição à União Democrática Nacional (UDN), que estava no governo do estado do Ceará através de Paulo Sarasate. A concessão para operação da emissora foi decretada em 20 de novembro de 1957. No mesmo período, a emissora já realizava transmissões experimentais diretamente do 11º andar do Edifício Arara, conhecido por ter abrigado o Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Comerciários (IAPC), no Centro. Desde 1 de outubro de 2008 é mantida pela Comunidade Católica Shalom,


A iniciativa de criação da rádio AM DO POVO partiu depois do êxito da FM do Povo, lançada em 1980 e que tomou popularidade a partir de julho, quando atingiu o primeiro lugar na audiência. A ideia de Jaime Azulai, executivo do Sistema Globo de Rádio que havia montado a rádio FM, era montar uma emissora dinâmica, com muita prestação de serviços de utilidade pública, mas também com notícias, humor, música e esporte. A rádio foi inaugurada em 25 de março de 1982, 

Fonte: Pesquisa Wikipédia 
Vinhetas  Coleção de César Augusto
Arquivo HTML: Kico Gomes 

7 comentários:

Unknown disse...

Saudade da antiga Am do Povo! Ñ perdia o "Rádio Serviço", apresentado por você e com reportagens do Luiz Carlos Amaral, o noticiário esportivo do fim de noite, com o saudoso Gleidson Serafin, e o "Pássaro na Madrugada, com o tb saudoso Juarez Silveira.

Eduardo Valente disse...

Você não lembra Nonato, mas eu ficava lá sentando desde o final da manhã assistindo aos Debates do Povo até a sua chegada... devia ter entre 14 e 15 anos, quando passava o mês de férias na casa da minha Avó na Rua João Brígido, bem próximo as instalações da rádio...

kiLLer disse...

Oi Nonato gostaria de saber o nome daquela música instrumental que tocava no quadro você ha de ser feliz no seu programa show do Nonato Albuquerque na AM do povo.

Sá Barreto disse...

Hoje um mero enlatado paulista...melhor trocar concessão por arrendamento ao sistema globo de rádio.

Sá Barreto disse...

Ligando você e o editor geral do povo.

Sá Barreto disse...

Enquanto a dragão do mar vende milagres. usando a boa fe do povo.

Marcos Costa disse...

Paulo Roberto, Roberto Loosan,Nonato Albuquerque, esse time era imbatível!