sábado, 29 de dezembro de 2018

TV. 13 anos depois, quem se lembra da mulher eco?





Em 2005, a nutricionista Ruth Lemos não estava acostumada com o áudio um pouco atrasado em seu fone de ouvido de retorno, durante uma entrevista. Meio confusa, ela repetia o final das frases que ela mesma falava, porque era influenciada pelo áudio atrasado que ouvia.

2 comentários:

Anônimo disse...

E pela visível aparência obesa da profissional entrevistada,a mesma prática a teoria do "Faça o que eu digo,mas não faça o que eu faço".

Dioneide Costa disse...

Feliz Ano Novo, Nonato!!
Muitas alegrias e esperanças..
Abraços