sexta-feira, 29 de setembro de 2017

RÁDIO. Ouvinte discute papel da associação criada por ele

O professor Djacyr Souza é o criador da Associação de Ouvintes de Rádio do Ceará. Interessado em prestigiar o encontro de fãs desse veículo, ele emprestou boa parte de seu tempo discutindo a qualidade do que se faz no Ceará e reunindo pessoas interessadas. No entanto, ele nos escreve se dizendo frustrado, já que segundo ele "os radialistas não querem a mudança estou me desligando desta associação na certeza de que fiz o que pude pelo rádio, mas a incompreensão e a descaracterização de uma luta acabaram cansando meus ideais". Lamento, pois sei das boas intenções do professor e de seu grupo, ao mesmo tempo em que reafirmo o apoio que sempre demos a iniciativas que visem a melhoria do 'sem fio'. Incompreensões existem em toda atividade; professor. Nada do que é humano me surpreende. 

Nonato:

Durante quatorze anos estive desenvolvendo ações na Associação de Ouvintes de Rádio do Ceará e durante este período realizamos exposições temáticas sobre o rádio, criamos a cartilha do ouvinte e promovemos prêmios, encontros e até festivais musicais sempre com o objetivo de valorizar a figura do ouvinte e de todos que fazem o rádio. Durante este período fui membro ativo da associação sempre divulgando, sempre escrevendo sobre o rádio e tentando de todas as formas valorizar este meio de comunicação e seus personagens. O grande problema é que encontrei várias resistência dos radialistas, dos proprietários de rádio e até de operadores de áudio que desferiram calúnias, brincadeiras e desrespeito à nossa causa. Chegaram até a criar no imaginário que nossa associação teria a função de censora quando sequer pensamos nisso basta consultar nossos estatutos para comprovar que nunca tivemos esta função. Vendo que não posso dar murro em ponta de faca e que os radialistas não querem a mudança estou me desligando desta associação na certeza de que fiz o que pude pelo rádio, mas a incompreensão e a descaracterização de uma luta acabaram cansando meus ideais. Claro que não sou a associação, pois seu objetivo era criar um momento de união entre aqueles que ouvem rádio e tentar valorizar tanto a esses quanto a um meio de comunicação que tem graves problemas, mas ninguém quer ver ou finge que não vê...A frustração toma conta de mim e sei que não sou herói de nada e que o rádio mereceria mais respeito...por tudo isso prefiro deixar a associação e talvez com isso ela melhore, crie vida e seja eficiente. Sinto que estou atrapalhando

Nenhum comentário: