sábado, 31 de dezembro de 2016

ANO NOVO. Uma mensagem do Kino para nossos leitores


JORNAIS. Sindjorce divulga contraproposta dos empresários

MÍDIA IMPRESSA

Jornais oferecem 7% de reajuste a partir de janeiro e 5% no retroativo

Depois da mobilização da categoria – com decretação de estado de greve e paralisações nas redações do Diário do Nordeste, O Povo e O Estado, os donos de jornais e revistas do Estado apresentaram uma nova contraproposta para fechamento da Campanha Salarial de Mídia Impressa 2015/2016. De acordo com a assessoria jurídica do sindicato patronal (Sindjornais), os empresários ofereceram reajuste de 7% sobre os salários de agosto de 2015, a partir de janeiro de 2017, e 5% de reajuste sobre o retroativo de setembro de 2015 a dezembro de 2016, pago em cinco parcelas, de março a julho do próximo ano.
A proposta patronal prevê ainda que, em relação à data-base de 1º de setembro de 2016, já estariam quitadas as diferenças salariais relativas aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2016. Desta forma, o retroativo da nova campanha passariam a valer a partir de janeiro de 2017 até a data do fechamento, porém, sem alteração da data-base da categoria.
A Diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) levou a proposta ao conhecimento dos jornalistas do Diário do Nordeste e do O Povo, no dia 28 de dezembro. A presidente do sindicato laboral, Samira de Castro, explicou que a proposta patronal está muito aquém das necessidades da categoria, mas surgiu num momento em que as negociações já não evoluíam dos 5%.
De acordo com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), pela proposta patronal, o piso passa de R$ 1.865,15 para R$ 1.995,71. O reajuste é de R$ 130,56, que não repõe a inflação acumulada no período da data-base de 2015, que foi de 9,88%. Reajustado pela inflação, o piso ficaria em R$ 2.264,67.
A categoria optou por realizar nova assembleia após o recesso de fim de ano, uma vez que a redação do O Povo, por exemplo, estava com metade dos jornalistas de folga. Além disso, tanto o Ministério Público do Trabalho (MPT) quanto a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/CE) estão de recesso e só retornam em janeiro.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

PUBLICIDADE. As 20 melhores campanhas de 2016

O site Meio & Mensagem divulgou as campanhas preferidas do júri de criativos:

1ª “Infinitas possibilidades”, da AlmapBBDO para Getty Images – 294 pontos
2ª “Palavrões fofos”, da Talent Marcel para Tigre – 284 pontos
3ª “Despertar”, da AlmapBBDO para C&A – 260 pontos
4ª “Xuxa e o baixinho que sumiu”, da Netflix e Soko para a série Stranger Things – 144 pontos
5ª “Lá nas novelas”, “na caverna” e “nos zumbis”, da Talent Marcel para Ipiranga – 136 pontos
6ª “Dia dos misturados”, da AlmapBBDO para C&A – 109 pontos
7ª “The cliché”, da Publicis Brasil para Heineken – 97 pontos
8ª “Watermopilasgrado”, da Africa para Mitsubishi – 96 pontos
9ª “Espelhos do Racismo”, da W3haus para a ong Criola – 95 pontos

10ª “Palavras Mágicas”, da AlmapBBDO para HP – 92 pontos


11ª “Dont Look Away”, da AKQA para Usher – 89 pontos


12ª “Pé na porta”, da AlmapBBDO para Volkswagen – 87 pontos
13ª “Bigodon”, da F/Nazca S&S para Skol – 86 pontos
14ª “Toda mulher vale muito”, da WMcCann para L’Oréal – 80 pontos
15ª “Doe as barras”, da J Walter Thompson para ong Atados – 79 pontos
16ª “Estrada”, da F/Nazca S&S para Skol – 60 pontos
17ª “Vovloglers”, da Africa para Itaú – 58 pontos
18ª “Músicas de violência”, da FCB Brasil para O Estado de S. Paulo – 57 pontos
19ª “Leilão”, da Publicis Brasil para Habib´s – 56 pontos
20ª “Bolt vs Flame”, da Lew’Lara\TBWA para Nissan – 54 pontos

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

RETRÔ 2016. O vídeo que teve 142.483.515 visualizações


LIDO POR AÍ. Matias Spektor e o jornalismo investigativo

matias spektor
É doutor pela Universidade de Oxford e ensina relações internacionais na FGV. Escreve às quintas na Folha de SP

Jornalismo investigativo é pilar da democracia e precisa de cuidados


O jornalismo praticado na grande imprensa foi um dos pilares fundamentais do experimento democrático desses últimos 30 anos. Da queda de Collor à de Dilma, o jornalismo investigativo brasileiro definiu os rumos da Nova República.
Nos próximos anos, porém, não há garantia de que a elite responsável por jornais, revistas, programas de rádio e telejornais consiga cumprir sua função social, qual seja a de informar o público, denunciar maracutaias, expor a desfaçatez de quem ocupa o poder e elevar a qualidade de nossa conversa coletiva.
O motivo disso é a transformação tecnológica que afeta a grande imprensa no mundo inteiro. A tiragem de jornais e revistas encontra-se em declínio ou estancada, devido à força da internet e à mudança de hábitos de leitura.
O fato é que a estrutura de uma boa reportagem — a identificação de fontes, a apuração de uma história, as viagens de entrevistas, a checagem e a edição do material — é lenta na era de Facebook, Twitter e Snapchat. No Brasil, com raras exceções, a reação a essas mudanças tem sido o empobrecimento do trabalho jornalístico.
Parece haver uma tendência a copiar os sites de entretenimento. Assim, as reportagens ficaram menores e a pressão por publicar qualquer coisa em tempo real afrouxou critérios de edição.
Para cortar custos, reduziram-se as grandes redações, que perderam alguns de seus talentos mais experientes. Cortou-se também o custo com revisores gramaticais, como se vê ao abrir as páginas de qualquer jornal nacional do país.
A faca também passou pelos correspondentes internacionais. Os jornais brasileiros já tiveram gente a soldo fixo em cidades como Pequim, Moscou, Jerusalém, Teerã, Caracas e Cidade do México, além das mais óbvias, como Buenos Aires, Washington, Nova York, Londres e Paris. Hoje, sobrou uma fração do mundo, ainda que haja freelancers escrevendo reportagens pontuais.
O resultado é a prática pela qual o leitor brasileiro termina lendo reportagens traduzidas de algum grande jornal internacional, com alguns dias de atraso e sem ter tido acesso ao contexto editorial do original.
Não precisava ser assim. Há jornais no exterior que enfrentam o desafio tecnológico redobrando sua aposta em jornalismo investigativo de fôlego. Entendeu-se que, numa democracia vibrante, nada vale mais do que a credibilidade de um bom jornal. É para lá que o público se encaminha quando a política e a economia atravessam turbulências.
Quiçá seja hora de pensar de novo qual o tipo de adaptação que o jornalismo brasileiro tem de fazer para cumprir sua função num mundo que opera online. 

RÁDIO. Bosco Farias vai para a Somzoom Sat a partir de 2a.

O blog do Edmilson Maciel confirma o fechamento do contrato do narrador Bosco Farias com a direção da Rádio Expresso Somzoom SAT, FM 104,3. A estreia já será na próxima segunda feira.

NOMES. Debbie Reynolds morre um dia depois da filha


A atriz Debbie Reynolds, mãe de Carrie Fisher, morreu nesta quarta, um dia após a morte da filha, segundo o TMZ.
Ela foi levada às pressas para o hospital na noite de hoje após sofrer um infarto. Aos 84 anos, Debbie passou mal na casa de seu filho.

Carrie, sua filha, famosa pela Princesa Leia de Star Wars, havia infartado no sábado, durante um voo, e acabou não resistindo ao quadro grave de saúde e faleceu nesta terça. 

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

MÚSICA. Rodrigo Czepak, da FolhaZ, vê sopro renovador

Ninguém merece qualquer tipo de ditadura. Musical, então, nem se fala. Não é de hoje que o mercado fonográfico emite sinais de desconforto com o domínio sertanejo em praticamente todas as categorias, da comercialização de shows à vendagem de discos. Mas já é possível notar uma reação. Tímida, mas consistente. E a principal incentivadora, ironicamente, atende pelo nome de Rede Globo de Televisão, emissora que mais surfou na onda sertaneja desde a década de 1990.
Há consenso sobre o processo de saturação e péssima qualidade musical oferecida ao público em geral. Não por acaso os principais programas da Globo neste final de ano abriram espaço para grandes nomes da Música Popular Brasileira (MPB). Roberto Carlos cantou com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Marisa Monte e Zeca Pagodinho. Luciano Huck homenageou Djavan e Faustão bateu palmas para Guilherme Arantes e Titãs.
E quem aposta em coincidência, a novela das sete Rock Story é a prova da preocupação com qualidade. A ponto de Caetano Veloso manifestar gratidão pública pela forma como suas músicas foram  tratadas pelos personagens. O mesmo agradecimento também partiu do grupo Paralamas do Sucesso.
Globo
Como se vê, a Globo caiu em si sobre o vácuo musical proporcionado pelo modismo sertanejo. Isso não quer dizer que a ausência de qualidade seja total entre os representantes do gênero, todavia a banalização das letras é unanimidade. Público mais exigente e críticos musicais já não suportam tanta superficialidade.
Com o movimento de resgate aos bons nomes da MPB, sem perder seus interesses econômicos, é claro, a Globo faz um mea culpa sobre um processo que ela ajudou a deflagrar e manter. Já passava da hora de um freio na mesmice e nos sucessos que duram de dois a três meses. O caminho é longo, porém inevitável. Para o bem dos amantes da música com conteúdo, que representa muito mais do que um mero refrão.
(Publicado na Folha Z)

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

NOMES. Morre Carrie Fisher, a princesa Leia de 'Star Wars'

A atriz Carrie Fisher morreu nesta terça, em Los Angeles, nos Estados Unidos, após ter sido internada no último sábado depois de ter sofrido um ataque cardíaco no último sábado, durante um voo da Canada Airlines. As informações são do The Mirror.
"É com profunda tristeza que Billie Lourd confirma que sua amada mãe, Carrie Fisher, faleceu às 8h55 desta manhã", informou Simon Halls, o porta-voz da família de Fisher.
Fischer tinha 60 anos e interpretou a Princesa Leia na clássica série Star Wars. 

GEORGE MICHAEL. O lado caritativo do famoso cantor


Secretamente, George Michael doava milhões a instituições de caridade 

Fãs enlutados lamentaram a morte do astro pop George Michael neste domingo (25) e instituições de caridade britânicas enalteceram sua generosidade manifestada nos bastidores de diversas causas. Os últimos anos de Michael foram marcados por atritos ocasionais com a lei e uma série de incidentes na direção envolvendo abuso de drogas, mas um outro lado do astro emergiu nesta segunda (26), conforme atuantes em instituições de caridade vieram à tona para agradecer Michael por anos de doações e serviços sociais. 

Entre os grupos que ele apoiou estão o Terrence Higgins Trust, que ajuda pessoas portadoras do vírus da Aids, Macmillan Cancer Support e Childline, que oferece aconselhamento por telefone a jovens. A fundadora da Childline, Esther Rantzen, disse que Michael doou os royalties do hit "Jesus to a Child" à instituição, além de ter realizado diversas doações financeiras.

(Folha de SP)

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

RÁDIO. Bosco Farias sai da Verdes Mares e vai para uma FM

Bosco Farias já não é mais da Verdes Mares. Deixou a emissora depois de 15 anos. Mudança que eu tomei conhecimento, através do leitor Djacyr Souza. Fui em busca de detalhes e descobri que, nesta segunda feira, ele define seu futuro no rádio. Provavelmente, ingresse numa equipe esportiva de uma FM. Ele publicou em sua página no Facebook:

"Comunico aos amigos o meu desligamento da radio verdes mares. Dirijo-me aos meus colegas de radio. Apesar desta despedida de trabalho, sei que um dia ainda iremos nos encontrar por aí e relembrar todos os bons momentos que vivemos aqui. Lembraremos das alegrias, do sufoco e também do trabalho dividido. Esse é um momento triste e ao mesmo tempo muito especial, pois olho para trás e vejo os momentos bons que passamos, de muita alegria, companheirismo e muita vitória. A todos vcs muito obrigado e feliz Natal. Estarei assinando contrato na segunda feira, com uma grande FM de Fortaleza, lá comandarei uma equipe esportiva composta por renomados cronistas". 

TEVÊ. Repórter é demitida em pleno plantão natalino

Após pouco mais de 20 anos de serviços prestados à TV Cultura, a repórter Cláudia Tavares foi demitida na última quarta-feira, 21, em pleno plantão de Natal, e dia em que a emissora promoveu uma festa de confraternização com todos os funcionários.
A jornalista publicou um desabafo relatando como se deu a sua demissão, que ela classifica como ilegal. Ela era membro da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa. O cargo prevê, segundo as leis trabalhistas, um ano de estabilidade, fator que não foi respeitado pela Cultura. (O DIA)

domingo, 25 de dezembro de 2016

JORNAL. O sumiço da única coluna de rádio e tv do impresso

Mais uma vez, leitores de O Povo reclamam junto ao nosso blog do estranho sumiço da coluna do Abidoral, especializada em notícias do mundo da tevê e rádio cearenses. Publicada normalmente aos domingos, a coluna não tem acompanhado a rotina semanal, deixando curiosidade entre o público. O jornal não tem dado nenhuma explicação.  

As últimas edições da coluna que chegaram ao leitor não respeitaram o aspecto semanal com que ela ficou conhecida ao longo dos últimos anos. Em dezembro foi dia 11 a última publicação, tendo as anteriores sido postadas nos dias 27 e 06 de novembro.  

NOMES. George Michael é a perda deste 25 de dezembro

Morreu neste domingo o cantor George Michael. Segundo a BBC, o ex-membro da dupla Wham!, com Andrew Ridgeley, sucesso nos anos 80, faleceu "em paz na sua residência", mas não foi divulgada a causa da morte.
Uma ambulância teria sido chamada para sua casa em Goring, Oxfordshire, no Reino Unido.

Durante sua carreira, o cantor se destacou por diversos sucessos, entre eles 'Freedom! 90', 'Careless Whisper' e 'Faith'.
A família pediu privacidade e não divulgou a causa da morte.
Em 2011 Michael chegou a adiar uma série de shows em decorrência de uma pneumonia. Na ocasião, ele chegou a passar por uma traqueotomia, procedimento cirúrgico feito à altura da traqueia cervical.

(Noticias do Minuto)

TV. Artigo de Ricardo Feltrin analisa a tv aberta e celulares

Sou fã dos artigos do colunista Ricardo Feltrin. Considero um dos mais importantes críticos da nossa televisão. Hoje, no artigo do UOL, ele escreve sobre a questão do chamado TSV (Time Shifted Viewing). É importante para os que fazem esse tipo de mídia tomarem conhecimento. 

Nas últimas semanas tanto a Kantar Ibope como a GfK começaram a divulgar alguns dados estatísticos a respeito do hábito de consumo dos telespectadores em outros aparelhos, que não as TVs.
O Ibope, por exemplo, chegou a calcular que, em outubro, cerca de 5 milhões de indivíduos no Brasil assistiram a algum tipo de programa de TV de forma não-linear --o chamado TSV (Time Shifted Viewing)-- por pelo menos 1 minuto.
Ou seja, essas seriam as supostas pessoas que viram programas de TV por meio de “on demand”, ou deixaram atrações gravadas como futebol e novelas para ver depois, ou mesmo baixaram algum episódio de alguma série num pendrive, com a mesma finalidade.
Antes de mais nada vale lembrar que 5 milhões são bem menos de 10% dos quase 70 milhões de telespectadores mensurados pela Kantar Ibope nas 15 principais regiões metropolitanas do país.
Ainda assim esse número parece estar bastante inflado, já que inclui todo mundo que viu programação “on demand” (quem acessa o Now, por exemplo, está aqui incluído? O Ibope não revelou).
O Ibope porém foi ainda mais longe ao detalhar que 55% desses consumidores de TV “TSV” são homens, e que a maioria (69%) pertence às classes sociais AB.
O problema de todos esses números é que a Kantar Ibope não divulga um dos dados mais importantes, e para o qual a coluna fez pergunta formal, do tipo:
“Senhor Ibope, qual é afinal a porcentagem de telespectadores de canais abertos ou pagos que hoje tem hábito de assistir programas em celulares, por exemplo?”
A Kantar Ibope não respondeu a essa pergunta, a despeito da insistência da coluna. O GfK também não parece ter (ou se interessar por) esses dados.
Após semanas de investigação, esta coluna descobriu o porquê de tanto mistério: o motivo é que a resposta se traduz numa péssima notícia para os principais clientes das empresas de medição: emissoras abertas e fechadas.
A saber: quase NINGUÉM no Brasil assiste a conteúdo de televisão em celulares, laptops ou outros aparelhos.
Isso mesmo. Com raras exceções, como um ou outro trecho de capítulo final de novela, um jogo de futebol ou algum trecho de episódio de reality show culinário (como o “Masterchef” da Band), as emissoras entram em 2017 sem conseguir arrastar seus telespectadores para as outras telas”.
TRAÇO DE AUDIÊNCIA
Em outras palavras, a audiência de TVs abertas ou pagas nos chamados “devices” é equivalente a um inexpressivo traço de audiência. Zero.
Claro, houve algumas tentativas da Globo de “mixar” a TV com o celular, como o humorístico “Tomara que Caia”, por exemplo.
Houve ainda outras tentativas também de unir conteúdo “on demand” com o da aberta, como o seriado “Supermax”. Mas nada parece ter caído no agrado do público até o momento.
Eis um grande problema para as TVs não só para 2017 como para os anos vindouros: como fazer o público consumir seus produtos em outros aparelhos que não o caseiro televisor?
É certo que TV  aberta continua a reinar absoluta nos lares brasileiros --inclusive este ano cresceu o total de aparelhos ligados no país--, mas não tem penetração alguma ainda no celular, que é o dispositivo com o qual as pessoas-telespectadores passam mais tempo ligadas.
Até prova em contrário, o celular continua sendo um dispositivo para acesso, além da lista de contatos telefônicos, de redes sociais, fotografias e, claro, como veículo aonde se lê uma notícia como esta.
Público maciço assistindo novela em celular? Pelo jeito, isso ainda vai demorar. Se é que um dia irá acontecer.

sábado, 24 de dezembro de 2016

RÁDIOS. No segmento jornalístico Povo tem mais acessos

O ranking das emissoras mais acessadas da semana, segundo o portal rádios.com indica que a emissora Povo-CBN reverteu esta semana a posição que, há um ano atrás, era da Tribuna Band News. E a primeira vez, desde da inauguração da emissora do Grupo Jangadeiro há três anos atrás, que a emissora do Povo atinge essa marca. A pesquisa refere-se às emissoras acessadas via internet.

DEZEMBRO 2016


DEZEMBRO 2015


JORNAIS. Eduardo Tessler elogia jornal de Santa Catarina

Grande ideia em Blumenau


Se você falar em 700 roubos em residências, parecerá um número qualquer. Se traduzir isso em mais de dois roubos por dia, talvez passará a ideia de que não foi muito.

O Jornal de Santa Catarina (Blumenau, SC) contou a mesma história com a quantidade de objetos roubados. 181 notebooks, 20 tablets e 264 TVs chamam muito mais a atenção. O leitor se identifica.

Exemplos como o do Santa mostram que a nova missão do jornalista é ser criativo, pensar fora do habitual. Se é cada vez mais difícil ter o grande furo nas mãos, o entendimento do fato e tradução ao público-alvo é o talento necessário.

Valeu!

(Extraído do Mídia Mundo)

BLOG. A postagem mais acessada foi a do Eliomar de Lima

O post sobre a escolha do jornlista Eliomar de Lima, como o Gente de Mídia 2016, foi o mais acessado da semana que termina hoje. 

MÉRITO. Eliomar de Lima é o 'Gente de Mídia de 2016'


Eliomar de Lima é uma boa referência para que a gente marque um profissional do ano. Claro que eles são muitos em nosso Estado, mas o vigor jornalístico desse colunista da Vertical e do blog que tem seu nome, aliado ao talento e ao texto sempre leve e gostoso de se ler, nos levam a creditá-lo como a personalidade do ano jornalístico do Ceará. É uma escolha nossa, do blog GENTE DE MÍDIA e que, certamente, irá encontrar apoiadores no meio da classe. Afora todos esses atributos, Eliomar de Lima é senhor de uma personalidade incrivelmente saudável: é cordial, amigo, bom pai, bom esposo (que o diga a Socorro França) de uma convivência harmoniosa com seus pares. Alegre, irreverente e construtor do seu próprio caminho nessa tarefa que ele exerce há mais de 30 anos, Eliomar merece. Repita isso: ele merece! 

Para se ter ideia da grandeza desse homem como pai, leia o que ele escreveu em 2014 dia sobre o amor de pai

"Gostaria de compartilhar com vocês:

Tenho dois filhos. Um deles é o Vitor, de 12 anos, que todos os dias liga para meu celular para repetir sempre: 'Papai, eu te amo!'.
 
Nessa noite passada, ele me pediu que o fizesse dormir coçando suas costinhas. Aceitei o convite e, para surpresa minha, Vitinho resolveu me indagar:

- Papai, sabe por que eu digo sempre que te amo tanto?

Perguntei logo, no que veio a resposta que fez marejar meu coração:

- Porque se um dia você tiver Alzheimer, não vai se esquecer de mim!

Meu pai tem 81 anos e luta contra o Alzheimer há oito. Todos os dias, vou abraçá-lo como forma de também não ser logo esquecido.

Acho que ninguém é insubstituível, seja onde quer que esteja. Mas, creio, podemos lutar para sermos inesquecíveis."

PROPAGANDA Arquivada denúncia contra Budweiser

A denúncia contra a propaganda da Budweiser com um beijo de dois homens foi arquivada pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). Os dez reclamantes acharam que a cena da campanha "Deixe Que Digam" poderia ser desrespeitosa por ir ao ar em horários com crianças vendo TV. O órgão discordou e encerrou o processo contra a cerveja. 

(Coluna da Mônica Bergamo)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

TV. Novo estúdio da Assembleia e os velhos erros gramaticais


O jornalista Sávio Manfredini é que nos enviou o flagra registrado por ocasião de transmissão da TV Assembleia do Ceará. O responsável pelos caracteres da emissora simplesmente tascou um 'acessor' para identificar o jornalista Herman Hesse, na verdade, assessor de imprensa.

TV. Hoje tem o prato de acesso à ceia de Natal: Roberto

A Folha de SP comenta o programa anual de Roberto Carlos, que acontece nesta sexta feira:  

"Duas semanas depois de participar de uma das entrevistas de despedida do "Programa do Jô", na qual disse que deu uma "melhoradinha" do TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), Roberto Carlos volta na noite desta sexta-feira (23) à TV para seu especial de fim de ano.
No programa, gravado em novembro nos estúdios da Globo, no Rio, ele já dava sinais de recuperação da doença. O ápice foi a canção "Quero que Vá Tudo pro Inferno", fora do repertório do rei havia décadas porque ele não dizia a palavra "inferno" de jeito nenhum. Mais estável, concluiu: "É só uma expressão".
Alguns rituais, no entanto, ele mantém. Um exemplo: ao fim de cada música, Roberto segue para o fundo do palco do estúdio para beber água. Dois copos ficam sobre uma mesa, ambos cobertos por panos brancos.
O cantor, então, descobre um deles, toma um gole, devolve-o à mesa, descobre o segundo copo e toma outro gole. São sempre dois goles e a mesma sequência de copos, a começar pelo do lado direito.
Foi assim de "Emoções" a "Jesus Cristo", primeira e última canções do segundo dia de gravações no Projac, em que recebeu Gilberto Gil, Caetano Veloso e Marisa Monte.
Com os baianos, cantou "Coração Vagabundo" e "Marina". Com Marisa, "De que Vale Tudo Isso" e "Ainda Bem" -esta última com dancinha com a cantora.
No primeiro dia, que a reportagem não acompanhou, o anfitrião recebeu Zeca Pagodinho, Milton Guedes (que tocou gaita) e a cantora mirim Rafa Gomes, finalista do programa "The Voice Kids".
A transmissão também exibirá um videoclipe de Roberto com Jennifer Lopez, gravado em Los Angeles. Em "Chegaste", Lopez canta pela primeira vez em português.
No ar desde 1974, o programa anual documenta tanto o período histórico em que foi exibido como as diversas fases por que Roberto passou. Se em 1984 ele pegava a estrada para o clipe de "Caminhoneiro", em 1989 abraçava a causa ecológica cantando na floresta amazônica com uma pena pendurada nos cabelos.
Em 1996, apresentou um filho recém-confirmado em um teste de paternidade. Com ele cantou "As Curvas da Estrada de Santos". O único ano em que não houve programa foi 1999, quando Maria Rita, sua mulher, morreu.
A morte dela e outros eventos traumáticos, como a perda da perna em um acidente na linha do trem, serão contados na cinebiografia do cantor.
A ser rodado no ano que vem e sem data de estreia prevista, o filme deve ser narrado pelo próprio Roberto e dirigido por Breno Silveira.
Em maio de 2017, deve ser publicado "Roberto Carlos em Detalhes" (Record), de Paulo César de Araújo. Lançada em 2006, uma biografia escrita pelo mesmo autor foi recolhida após ações do cantor na Justiça. Em 2015, o STF decidiu liberar esse tipo de publicação mesmo sem a autorização do biografado.

CANTORA Solange Almeida desembarca da Aviões do Forró

Os jornais citam hoje a decisão da cantora Solane Almeida de largar a banda Aviões do Forró, depois de 14 ano de trabalho cm o grupo. Ela vai se dedicar a uma carreira solo.

Neste ano, a cantora viu seu nome envolvido na Operação For All, da Polícia Federal, que apontava que um volume de R$ 500 milhões teria sido sonegado por empresas de entretenimento que patrocinam pelo menos quatro grandes bandas de forró que fazem sucesso no Ceará e na Paraíba.
A operação apreendeu R$ 600 mil em dinheiro vivo com alvos da investigação. Os cantores Xand e Solange Almeida, da Aviões do Forró, foram conduzidos coercitivamente para depor na Superintendência da PF em Fortaleza. Aviões do Forró é agenciada pela A3 Entretenimentos.

"

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

TEVÊ. O post de Cláudio Teran que deu o que falar na rede

Cláudio Teran é uma dessas mentes inquietas pela boa informação e um pesquisador interessado sempre em revelar bons conteúdos nas suas postagens. Memorialista de mão cheia. 

Na sua página do FB, ele ironiza hoje (à la Simão) o fato de uma matéria de um telejornal da TV Verdes Mares falar de algo tão já consumado, mas que pelo que ele fala dá a impressão de que a repórter tinha acabado de descobrir a pólvora. O número de pessoas que comentou dá o tom de como Teran encontrou parceiros.  


CANTOR. Operado, Fagner agradece equipe que o atendeu

O cantor e compositor Raimundo Fagner postou mensagem de gratidão à equipe do Hospital São Carlos, onde ele foi hospitalizado para uma cirurgia no ombro direito. Citando o nome do médico Wilson Meireles, Fagner reconhece o zelo com que todos se portaram em relação à sua segurança. 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

TELEVISÃO. Um salve para o "Papo Literário" da TV-C

Um salve para o "Papo Literário", programa semanal que a TV-C apresenta aos sábados, com reprise ao longo da semana. Produzido por Yolanda Markan e Joselita Feitosa, o programa que versa sobre livros e produção literária do Estado, é um dos bons destaques da emissora oficial. 
Os amantes da literatura agora contam com um programa totalmente voltado para essa arte, o único do gênero produzido no Ceará. Apresentado por Larissa Macedo e com a participação da escritora Mônica Silveira. Entrevistas com personalidades do mundo das letras, reportagens especiais, o livro de cabeceira dos famosos e clipoemas são algumas das atrações do programa.
Apresentação: Tatiana Lemos

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

TV. A da Assembleia inaugura o novo estúdio nesta quarta

O jornalista e blogueiro Eliomar de Lima, homenageado como o 'Gente de Mídia 2016' por esse diário eletrônico, noticiou a inauguração nesta quarta feira do novo estúdio da TV Assembleia:

Nesta quarta-feira, às 10 horas, o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, comandará o ato de inauguração do novo estúdio da TV Assembleia (canal 30), localizado na cobertura do edifício Senador César Cals. Com 75m² e três diferentes cenários, o novo espaço terá o primeiro estúdio panorâmico entre TVs legislativas.
O coordenador de Comunicação Social da Casa, Adriano Muniz, informa que a inauguração do estúdio é a primeira etapa para o início da transmissão digital da TV. Um transmissor digital está em fase de implantação e deverá estar operando até maio de 2017.
Com a inauguração, estará em funcionamento a nova central técnica digitalizada e a redação. De acordo com Adriano Muniz, a programação vai contar com um “cenário vivo”, com visão panorâmica, que servirá de fundo para os dois telejornais da TV Assembleia. Terá um cenário fixo e outro fundo chroma key.

MÚSICA. Cantora de Fortaleza faz sucesso nos EUA


Para quem curte música pop e deseja novidades, dá uma chegadinha ao site oficial da cantora Natalia Damini. Ela está nas paradas americanas e a surpresa: ela é de Fortaleza. Quem me passou a história foi o Vevé que de artista sabe tudo e quem cai nas graças dele, tá firmado pro sucesso. Olha só o recado que ele mandou: 

A partir desta quinta-feira, dia 22, rádios da região Nordeste começam a tocar em suas programações a primeira música da Natalia Damini gravada para os seus fãs brasileiros ( primeiramente na região nordestina ).

Com apenas 24 anos de idade, Natália Damini tem sólida carreira artística no mercado americano onde tem diversos trabalhos gravados e clipes lançados mundialmente. 

Após sucessos como One More Chance, Never Say Goodbye e agora On The Flor que vem conquistando primeiros lugares nas paradas do pop americano e cujo clipe que já quase Um Milhão e 200 mil visualizações *pode ser acessado por aqui: https://www.youtube.com/watch?v=xGX2Ls_mJFQ Natalia Damini resolveu dar o ar das graças por terras brasileiras e lança nesta quinta sua primeira música para os fãs do Brasil.

Apesar de morar na Flórida, nos Estados Unidos, a música de Natália Damini que será lançada nesta quinta feira foi gravada em português ( Tente Me Entender ) teve as bases gravadas aqui em Fortaleza no Pró Audio com direção do musico e produtor cearense Marcilio Mendonça, um dos dos profissionais mais requisitados para gravações no nordeste brasileiro.

Maiores informações sobre Natalia Damini vocês conseguem nas redes sociais dela:

Instragram: @nataliadamini
Snapchat: nataliadaminini
Twiter: @nataliadamini

domingo, 18 de dezembro de 2016

TEVÊ. Regina Casé esquenta a produção de novo programa

A atriz e apresentadora Regina Casé encerrou o “Esquenta!” mas já está preparando novo programa para 2017, segundo li na Folha. 
Ela vai usar a experiência da última temporada, gravada em viagens pelo país, para formatar uma nova atração, prevista para o segundo semestre.
O título provisório é "O Brasil quer se ver na TV" e a proposta da equipe de produção que tem o antropólogo Hermano Vianna e o diretor Guel Arraes, é de que seja apresentado num dia da semana, no final de noite. 

MEMÓRIAS DO BLOG. Quem citou lançamento do Gente




sábado, 17 de dezembro de 2016

MÚSICA. Algumas canções brasileiras de todo Natal



RETRÔ. As imagens de 2016 que pintaram no Google

VÍDEO. O programa de despedida do Jô na Rede Globo


MÉRITO. Eliomar de Lima é o 'Gente de Mídia de 2016'


Eliomar de Lima é uma boa referência para que a gente marque um profissional do ano. Claro que eles são muitos em nosso Estado, mas o vigor jornalístico desse colunista da Vertical e do blog que tem seu nome, aliado ao talento e ao texto sempre leve e gostoso de se ler, nos levam a creditá-lo como a personalidade do ano jornalístico do Ceará. É uma escolha nossa, do blog GENTE DE MÍDIA e que, certamente, irá encontrar apoiadores no meio da classe. Afora todos esses atributos, Eliomar de Lima é senhor de uma personalidade incrivelmente saudável: é cordial, amigo, bom pai, bom esposo (que o diga a Socorro França) de uma convivência harmoniosa com seus pares. Alegre, irreverente e construtor do seu próprio caminho nessa tarefa que ele exerce há mais de 30 anos, Eliomar merece. Repita isso: ele merece! 

Para se ter ideia da grandeza desse homem como pai, leia o que ele escreveu em 2014 dia sobre o amor de pai

"Gostaria de compartilhar com vocês:

Tenho dois filhos. Um deles é o Vitor, de 12 anos, que todos os dias liga para meu celular para repetir sempre: 'Papai, eu te amo!'.
 
Nessa noite passada, ele me pediu que o fizesse dormir coçando suas costinhas. Aceitei o convite e, para surpresa minha, Vitinho resolveu me indagar:

- Papai, sabe por que eu digo sempre que te amo tanto?

Perguntei logo, no que veio a resposta que fez marejar meu coração:

- Porque se um dia você tiver Alzheimer, não vai se esquecer de mim!

Meu pai tem 81 anos e luta contra o Alzheimer há oito. Todos os dias, vou abraçá-lo como forma de também não ser logo esquecido.

Acho que ninguém é insubstituível, seja onde quer que esteja. Mas, creio, podemos lutar para sermos inesquecíveis."