domingo, 25 de setembro de 2016

NOMES. Morre em Fortaleza o radialista Peixoto de Alencar

E tomo conhecimento da morte física do radialista Peixoto de Alencar, 86 anos, ocorrida ontem no Hospital São Camilo. O sepultamento será hoje à tarde. 

Um dos nomes importantes do rádio nas décadas 50 e 60, Peixoto de Alencar foi responsável por integrar o radiojornalismo da Rádio Dragão do Mar e, no passado, coordenou campanha em favor do 'bandido da Luz Vermelha', como ficou conhecido Caryl Chessman, morto na cadeira elétrica na Califórnia.  Uma outra campanha memorável foi com relação ao açude Orós, ameaçado de arrombar. 

Mas o momento mais significativo de Peixoto foi sua relação com a Política e os políticos. A sua performance no rádio acabaria levando o radialista à prisão durante o tempo da ditadura. 

Ele contou isso em matéria do jornal O Povo, em 5 de maio de 2008, quando entrevistado pelos jornalistas Cláudio Ribeiro, Demitri Túlio, Landry Pedrosa e Thiago Cafardo. 
da Redação 

Leia mais sobre Peixoto de Alencar: AOUVIR

Um comentário:

Blog do Jornalista Régis Oliveira de Aquiraz disse...

Eu ouvia Peixoto, na Dragão, 690, quando criança, lá no Sertão de Pentecoste no Rádio ABC a Voz de Ouro, de 03 pilhas Grandes e uma antena de arame esticado por cima da casa, igual a di Filme os 02 filhos de Francisco.