sábado, 12 de março de 2016

TV. Há sete anos a Diário era obrigada a sair do satélite

Este mês, a TV Diário completa sete anos que deixou de ter o seu sinal sintonizado via satélite, por conta daquela exigência da Rede Globo, "por estar adquirindo grande popularidade [...] nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste". O Wikipedia registra os fatos que levaram a emissora cearense a essa obrigação. 

2009: Saída do satélite

À meia-noite do dia 25 de fevereiro de 2009, os telespectadores da TV Diário perderam o sinal dela em suas parabólicas, como também as afiliadas e retransmissoras.[3]
Segundo informações antecipadas e posteriormente saída da rede (em jornais, sites e blogs de internet), a saída da programação da TV Diário do satélite deveu-se a pressões das Organizações Globo, ao Sistema Verdes Mares, que era responsável pela TV Verdes Mares (afiliada da Rede Globo no Ceará) por conta do excessivo crescimento da audiência da TV Diário em muitos locais do país, inclusive no eixo Rio-São Paulo, o que ameaçava os nichos de mercado da Rede Globo, a qual não pretende ceder espaço aos concorrentes, especialmente à Rede Record, que vem aos poucos elevando sua audiência (informação que foi comprovada, pois a afiliada em São Paulo nem chegava até ameaçar as redes).[4] [5]
No entanto, em análise da audiência nas TVs na Grande São Paulo, a emissora era retransmitida pela Oeste TV de Carapicuíba, e não chegava a ameaçar audiência da Globo, Record, SBT, Bandeirantes, RedeTV!, entre outras emissoras, segundo medições do IBOPE, por ter raio de transmissão restrito.
Segundo estas denúncias, a Globo exigiu aos proprietários da TV Diário para que deixasse ser transmitida nas antenas parabólicas (devido forte concorrência nas mediações de audiência principalmente nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste), por estar adquirindo grande popularidade e ocupando boa parte da fatia de telespectadores que se direcionaria para as grandes redes e por ter se tornado uma concorrente direta da maior rede de TV do País e a quarta no mundo.[3]
Ao sair do satélite,[5] a emissora passou a restringir sua cobertura apenas ao estado do Ceará, além dos estados vizinhos e algumas cidades do interior do Estado de São Paulo pela TV Aberta e sistemas de TV por assinatura,[3] entre elas a Você TV, através da DTHi, em agosto de 2009.[6]

3 comentários:

José de Arimatéa dos Santos disse...

Um dos pecados dos vários governos federais foi não democratizar os meios de comunicação. E assim teríamos vários canais e de todas as regiões do pais e com seus sotaques. E a Tv Diário, através de seus donos, capitulam para a rede Globo e sua infinita força em querer ser o único canal. Até hoje, onde moro(Rondônia) muita gente lamenta não poder ver a tv Diário pelas parabólicas. Lamentável.

Anônimo disse...

Sério que você acredita nessa cascata? A TV Diário obrigada a deixar de transmitir por satélite porque estava ameaçando a Globo?!... Ora, ora, o motivo verdadeiro foi porque o aluuel do canal de satélite estava caro e a emissora não rendia o suficiente para isso... Era deficitária, o que deixou de ser exatamente ao suspender a transmissão pelo satélite e a redução desse custo... Lembro, ainda, que a Wikipedia pode ter seu texto editado por qualquer um... Qualquer um mesmo... A emissora optou pelas operadoras de TV por assinatura, cujo custo é infinitamente menor do que o aluguel do canal de satélite...

Benedito Ap. da Silva (Benê) disse...

Aqui em Batatais, interior de SP, eu não perdia vários programas, até hoje lamento não tê-la através da Parabólica. Globo é lixo.